Escolha as suas informações

Investigado caso chocante de idosa coberta de formigas em lar no Algarve
Portugal 3 min. 23.09.2022
"Negligência grave"

Investigado caso chocante de idosa coberta de formigas em lar no Algarve

"Negligência grave"

Investigado caso chocante de idosa coberta de formigas em lar no Algarve

Foto: Pixabay
Portugal 3 min. 23.09.2022
"Negligência grave"

Investigado caso chocante de idosa coberta de formigas em lar no Algarve

Redação
Redação
A situação de alegada negligência foi filmada em julho tendo a idosa do lar da Santa Casa da Misericórdia em Boliqueime, vindo a idosa a morrer no mês seguinte.

As imagens filmadas de uma idosa acamada coberta de formigas e com uma ferida aberta num lar e divulgadas nas redes sociais estão a chocar o país. 

A situação de alegada negligência foi filmada em julho tendo a idosa do lar da Santa Casa da Misericórdia em Boliqueime, Algarve, vindo a morrer no mês seguinte, segundo o Correio da Manhã.  O caso foi revelado por este diário, há dias, que publicou um vídeo, divulgado nas redes sociais, que mostra uma mulher de 86 anos deitada numa cama com dezenas de formigas em várias partes do corpo e com uma ferida aberta na zona da coxa.

Em investigação

Após a divulgação do vídeo nas redes sociais, nesta semana, a administração do lar declarou que vai instaurar um inquérito ao que considera um caso de "negligência grave". Também o Ministério Público vai investigar o caso, com a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social a prometer que tudo vai ser averiguado até "às últimas circunstâncias". A governante apelou ainda à denúncia de situações semelhantes.

 O Ministério Público "está a investigar os factos em apreço, tendo determinado a realização de autópsia médico-legal no âmbito de inquérito oportunamente instaurado", confirmou a Procuradoria-Geral da República, após questionada pela Lusa.  

 A morte desta idosa e a alegada situação de negligência "é um caso de uma gravidade" em que se tem de "tirar todas as averiguações que é preciso", defendeu a ministra, ontem, quando questionada pelos jornalistas à margem do 7.º Congresso da Ordem dos Contabilistas Certificados, em Lisboa.

A Segurança Social tinha tido uma denúncia "no início deste mês e, logo após a denúncia, desencadeou as averiguações que está a fazer", sendo que também existe uma "participação por parte do Ministério Público", disse a ministra.

"Tem de se tirar todas as consequências, apurar todos os factos" para saber o que aconteceu, reforçou Ana Mendes Godinho. Neste momento estão "a ser avaliadas as circunstâncias, é isso que tem de ser feito imediatamente e para ter a garantia de que todos os factos são apurados", reforçou.


Idosa acamada filmada coberta de formigas em lar. Santa Casa abre inquérito
Após a divulgação do vídeo nas redes sociais a Santa Casa da Misericórdia de Boliqueime está a investigar o caso de "negligência grave".

Apelo a denúncias

A ministra fez ainda um apelo para que casos semelhantes sejam denunciados. "Se alguém tiver informações sobre situações dessas naturalmente que denunciem e informem para que possa haver intervenção, a Segurança Social, sempre que há uma denúncia, atua", reforçou.

"O que eu apelo aqui é que, sempre que haja informação, peço mesmo que haja essas participações e denúncias porque a preocupação de todos nós, como sociedade, é também garantirmos exatamente que há esta capacidade de proteção dos idosos como regra, temos é que garantir que situações que aconteçam deste estilo têm de ser averiguadas até às ultimas circunstâncias para garantir que não acontece", insistiu Ana Mendes Godinho.

Santa Casa abre inquérito

Por seu turno, a Santa Casa da Misericórdia de Boliqueime anunciou, na quarta-feira, através da rede social Facebook, ter aberto um inquérito para apurar responsabilidades ao alegado caso, que classificou de “negligência grave”.

“Tendo tido conhecimento a semana passada, que algum ou alguns dos seus colaboradores não garantiram o cuidado adequado a uma utente, […] determinou a instauração de um inquérito […] para apurar quem é ou são os responsáveis por esta situação inadmissível e será implacável na punição”, lê-se no documento.


Portugal. Dona de lar multada por cremar corpo de idosa sem informar família
A multa refere-se ao crime de profanação de cadáver.

No texto, a Santa Casa da Misericórdia de Boliqueime adianta ter apresentado uma queixa-crime contra a autora da publicação do vídeo, face aos termos “insultuosos e acusações infundadas”.

*Com Lusa

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas