Escolha as suas informações

Assembleia da República: Parlamento aprova visita de Marcelo ao Luxemburgo

Assembleia da República: Parlamento aprova visita de Marcelo ao Luxemburgo

LUSA
Portugal 2 min. 15.03.2017

Assembleia da República: Parlamento aprova visita de Marcelo ao Luxemburgo

O Presidente da República vai estar no Luxemburgo em Maio, a convite do Grão-Duque Henri, tal como o Contacto avançou em janeiro. A visita de Estado, que se realiza entre 21 e 26 de maio, faz parte de um projeto de resolução apresentado na Assembleia da República.

O Presidente da República vai estar no Luxemburgo em Maio, a convite do Grão-Duque Henri, tal como o Contacto avançou em janeiro. A visita de Estado, que se realiza entre 21 e 26 de maio, faz parte de um projeto de resolução apresentado na Assembleia da República. De acordo com a Constituição, o Presidente da República só pode sair do país com autorização do Parlamento. O projeto de resolução deveria ser aprovado na terça-feira na Comissão de Negócios Estrangeiros e depois em plenário.

Frequentemente, as datas das deslocações que são aprovadas incluem, por segurança, mais um ou dois dias do que o período efetivo da visita. Dada como certa é a participação de Marcelo Rebelo de Sousa na peregrinação ao santuário de Fátima em Wiltz, no dia 25 de maio, segundo fonte da organização da visita.

Este deverá ser um dos momentos altos da passagem de Marcelo Rebelo de Sousa pelo Grão-Ducado. Este ano comemora-se o centenário das aparições em Fátima, uma data que coincide com o cinquentenário do início da peregrinação ao santuário de Wiltz, edificado nos anos 1950 após uma promessa feita por fiéis luxemburgueses durante a ofensiva das Ardenas em 1945, em plena Segunda Guerra Mundial. Para assinalar a efeméride, o Luxemburgo vai receber este ano a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima, vinda de Portugal. A réplica da estátua que está na Cova da Iria vem pela segunda vez ao Luxemburgo, depois de ter passado pelo país em 1947, durante uma peregrinação pela Europa. Foi nessa altura que um grupo de paroquianos de Wiltz decidiu construir um santuário em honra de Nossa Senhora de Fátima, concretizando uma promessa feita durante a Segunda Guerra Mundial. A peregrinação ao santuário iniciou-se no final dos anos 60, com a chegada dos primeiros portugueses.

Marcelo Rebelo de Sousa deverá participar na peregrinação a título privado, acompanhado pelos Grão-duques, que também são dados como certos na peregrinação.

O Luxemburgo vai ser o sétimo país a receber uma visita de Estado do Presidente da República, depois de Moçambique, Suíça e Cuba, em 2016, e de Cabo Verde, Senegal e Croácia, que o chefe de Estado tem previsto visitar entre abril e maio.

Desde que tomou posse, em 9 de março de 2016, o Presidente da República esteve junto de algumas das maiores comunidades emigrantes portuguesas, em Paris, no Brasil, na Suíça, em Nova Iorque, e também em Londres e em Berlim.

P.T.A. (com Lusa)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

EDITORIAL: Todos os caminhos vão dar a Wiltz
Mercê de uma vontade conjunta entre os chefes de Estado de Portugal e do Luxemburgo, na quinta-feira todos os caminhos vão dar a Wiltz, uma localidade que é um dos símbolos do que une luxemburgueses e portugueses.
Xavier Bettel: Visita de Marcelo ao Luxemburgo “é muito importante” para os dois países
Marcelo Rebelo de Sousa chega ao Grão-Ducado já na próxima segunda-feira para uma visita de Estado de três dias. O Presidente da República vem a convite dos Grãos-Duques e tem uma agenda cheia, numa visita que “é muito importante” para os dois países, garante o gabinete de Xavier Bettel. Mas o ponto alto da visita deverá ser a peregrinação ao santuário de Fátima em Wiltz, no dia 25, onde são esperados milhares de portugueses.
Marcelo Rebelo de Sousa