Escolha as suas informações

Ana Gomes confirma candidatura à Presidência da República
Portugal 2 min. 08.09.2020

Ana Gomes confirma candidatura à Presidência da República

Ana Gomes confirma candidatura à Presidência da República

Foto: Lusa
Portugal 2 min. 08.09.2020

Ana Gomes confirma candidatura à Presidência da República

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
O anúncio oficial da candidatura será feito esta quinta-feira, 10 de setembro, às 16h, na Casa da Imprensa, em Lisboa.

É oficial. Ana Gomes está na corrida a Belém. A ex-eurodeputada socialista confirmou esta segunda-feira, à noite, ao jornal 'Público' que é candidata à Presidência da República, cujas eleições se realizam em janeiro de 2021. 

De acordo com o mesmo jornal, o anúncio oficial da candidatura será feito na quinta-feira, 10 de setembro, às 16h, na Casa da Imprensa, em Lisboa.

Ana Gomes terá como adversários André Ventura, do Chega, Tiago Mayan Gonçalves, da Iniciativa Liberal, e Marisa Matias, do Bloco de Esquerda. Marcelo Rebelo de Sousa ainda não confirmou se se recandidata ao cargo.

A antiga eurodeputada, que se destacou nos últimos anos pelo combate à corrupção, tendo defendido, recentemente, o estatuto de 'whistleblower' para Rui Pinto, avançou a hipótese de entrar na corrida ao Palácio de Belém ainda em maio, quando, num espaço de comentário televisivo, deu a entender que iria refletir sobre essa possibilidade, ainda que não ambicionasse ser candidata.

A posição da socialista foi tomada na sequência das declarações do primeiro-ministro e secretário-geral socialista, António Costa - que criticou -, numa visita a uma fábrica de automóveis, juntamente com o Presidente da República, e em que Costa sugeriu o apoio a uma recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa.  

Na altura, o líder do PS manifestou a expectativa de regressar àquela unidade fabril com Marcelo Rebelo de Sousa já num segundo mandato de chefe de Estado, dando como adquirida a sua recandidatura e reeleição.

A candidatura de Ana Gomes já recebeu o apoio do antigo líder parlamentar e ex-eurodeputado do PS Francisco Assis e do líder da tendência minoritária na Comissão Política socialista, Daniel Adrião.  

André Ventura diz que "Ana Gomes é a candidata cigana”

O recém reeleito presidente do Chega e anunciado candidato presidencial, André Ventura, já reagiu à candidatura da ex-diplomata apelidando-a de “a candidata cigana”.

"Numa certa metáfora, Ana Gomes é a candidata cigana destas Presidenciais. Eu sou o português comum”, disse Ventura, em declarações à agência Lusa.

Para Ventura, a ex-eurodeputada socialista “não chegará à segunda volta” das eleições para chefe de Estado.

“Disputarei a segunda volta com Marcelo Rebelo de Sousa [atual Presidente e que só anunciará uma decisão sobre uma eventual recandidatura em novembro] e será a segunda volta mais espetacular da nossa história democrática”, sustentou.

André Ventura, que foi reeleito no sábado presidente da Direção Nacional do Chega, como candidato único, com 99,1% dos votos, anunciou que vai começar “uma nova fase” do partido, o qual vaticina ir-se tornar a terceira força política portuguesa nas próximas eleições legislativas, em 2023.

O Chega vai eleger os restantes novos órgãos sociais na sua II Convenção Nacional, marcada para os dias 19 e 20 deste mês, em Évora.

com Lusa


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

João Ferreira candidata-se contra a cegueira à boleia da pandemia
Os comunistas apresentaram a sua candidatura na colectividade Voz do Operário, no salão que está encimado pelas velhas palavras do movimento operário: "Trabalhadores Uni-vos", mas com a intenção de combaterem o medo e a perda de direitos sociais que tem acompanhado a covid-19.