Escolha as suas informações

Aeronave aterra de emergência no meio da autoestrada e faz dois feridos

Aeronave aterra de emergência no meio da autoestrada e faz dois feridos

Foto: LUSA
Portugal 10.06.2019

Aeronave aterra de emergência no meio da autoestrada e faz dois feridos

O piloto conseguiu aterrar o aparelho no separador central da A12, evitando assim “situações mais graves”, declarou o comandante do Comando Distrital das Operações de Socorro. Ontem já tinha caído uma avioneta em Leiria, matando duas pessoas. Só este ano já faleceram quatro pessoas em acidentes com este tipo de aeronaves.

 Uma aeronave ligeira aterrou de emergência esta tarde, de segunda-feira, na autoestrada 12, perto da zona das portagens, no Pinhal Novo, Setúbal. Na aterragem forçada colidiu com os carros que circulavam na via, causando danos em três viaturas, dos quais resultaram dois feridos ligeiros.

Das duas vítimas, que circulavam de automóvel, uma terá sido conduzida ao Hospital São Bernardo em Setúbal, para receber tratamento, mas a outra escusou-se a receber assistência hospitalar, adiantou o Correio da Manhã.

Em declarações ao Diário de Notícias o comandante do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, Ilídio Oliveira, disse ser ainda desconhecido o motivo que levou o piloto da aeronave a aterrar de emergência, mas que os dois ocupantes do aparelho encontram-se bem.

O piloto conseguiu aterrar o aparelho no separado central da A12, evitando assim “situações mais graves”, declarou o comandante do CDOS, para quem teria sido “mais complicado se tivesse aterrado noutro local”.

O acidente deverá agora ser investigado pelo Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e Acidentes Ferroviários (GPIAAF), segundo o DN.

Queda de avioneta matou duas pessoas ontem

Já ontem, duas pessoas morreram na sequência da queda de uma avioneta, seguida de incêndio que se propagou à floresta, no aeródromo José Ferrinho, em Leiria, elevando para quatro o número de mortos em acidentes aéreos este ano em Portugal.

O acidente ocorreu pela 16h48, em circunstâncias que ainda estão a ser apuradas.

O acidente causou um incêndio, que foi combatido por 23 operacionais dos Bombeiros de Leiria e PSP local. No local esteve também uma Viatura Rápida de Emergência Médica de Pombal.

Fonte do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF) disse à agência Lusa que foi notificado sobre a queda do ultraleve, acrescentando que vai iniciar diligências com vista a proceder à investigação do acidente.

 Com este acidente, eleva-se para quatro o número de vítimas mortais causadas por acidentes aéreos em Portugal, após a queda de uma aeronave em março, em Bragança, em que morreram dois homens.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas