Escolha as suas informações

Advogada de motorista de Cabrita admite abertura de instrução por "incongruências do inquérito"
Portugal 06.12.2021
Julgamento

Advogada de motorista de Cabrita admite abertura de instrução por "incongruências do inquérito"

O carro onde seguia o ministro da Administração  Interna, Eduardo Cabrita, estacionado no A6 no seguimento de um acidente que envolveu uma vitima mortal por atropelamento, Évora, 18 de junho de 2021.
Julgamento

Advogada de motorista de Cabrita admite abertura de instrução por "incongruências do inquérito"

O carro onde seguia o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, estacionado no A6 no seguimento de um acidente que envolveu uma vitima mortal por atropelamento, Évora, 18 de junho de 2021.
Foto: Lusa
Portugal 06.12.2021
Julgamento

Advogada de motorista de Cabrita admite abertura de instrução por "incongruências do inquérito"

Lusa
Lusa
A advogada do motorista acusado de homicídio por negligência pelo atropelamento mortal de um trabalhador na A6, enquanto transportava o ex-ministro Eduardo Cabrita, está “a pensar seriamente” em pedir a abertura de instrução por “incongruências do inquérito”.

“Estamos a pensar seriamente em abrir a instrução face a incongruências do inquérito”, disse esta segunda-feira à agência Lusa Sandra Santos, advogada de Marco Pontes.

A defensora, que se escusou a precisar quais são as incongruências a que alude, limitou-se a acrescentar que existem “acontecimentos do inquérito que não foram devidamente vertidos para o despacho de acusação”.


Portugal. Motorista de ministro da Administração Interna acusado de homicídio por negligência
O condutor do carro onde seguia o ministro Eduardo Cabrita e que atropelou mortalmente um trabalhador na A6, em junho passado, é também acusado de duas contraordenações.

“Fomos notificados do despacho de acusação na sexta-feira e, agora, temos até dia 26 para pedir a abertura da instrução, mas, como vamos beneficiar das férias judiciais”, essa decisão pode ser “tomada até ao início de janeiro”, indicou.

Na sexta-feira, o Ministério Público (MP) deduziu acusação, requerendo o julgamento por tribunal singular, contra Marco Pontes, motorista do veículo do ministro da Administração Interna, imputando-lhe a prática de um crime de homicídio por negligência e duas contraordenações.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.