Escolha as suas informações

Portugueses vão poder acompanhar cortejo e cerimónias fúnebres de Jorge Sampaio em vários locais
Portugal 3 min. 11.09.2021
1939-2021

Portugueses vão poder acompanhar cortejo e cerimónias fúnebres de Jorge Sampaio em vários locais

1939-2021

Portugueses vão poder acompanhar cortejo e cerimónias fúnebres de Jorge Sampaio em vários locais

Foto: Lusa
Portugal 3 min. 11.09.2021
1939-2021

Portugueses vão poder acompanhar cortejo e cerimónias fúnebres de Jorge Sampaio em vários locais

Lusa
Lusa
O primeiro momento público do cortejo fúnebre será esta manhã, pelas 10h30, com uma paragem na Praça do Município, em Lisboa, onde estarão dois pendões com fotografias de Jorge Sampaio, que foi presidente da Câmara Municipal, nos anos 90.

O cortejo e as cerimónias fúnebres de Estado do antigo Presidente da República Jorge Sampaio vão poder ser acompanhados pela população em vários momentos e locais de Lisboa, entre sábado e domingo.

De acordo com o programa das cerimónias, o primeiro momento em que o público em geral poderá acompanhar mais de perto o cortejo fúnebre será pelas 10h30 deste sábado, altura em que haverá uma paragem na Praça do Município, onde estarão colocados dois pendões com fotografias de Jorge Sampaio, que foi presidente da Câmara Municipal de Lisboa entre 1990 e 1995.


Funeral de Jorge Sampaio realiza-se no Mosteiro dos Jerónimos este domingo
O corpo do antigo Presidente da República Jorge Sampaio vai estar em câmara ardente no antigo picadeiro em Belém, Lisboa, a partir de sábado, anunciou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros.

Na Praça do Município terá lugar uma breve cerimónia com a presença do atual presidente da Câmara, Fernando Medina, vereação, deputados municipais e de membros da família de Jorge Sampaio que procederão à entrega das insígnias das ordens honoríficas do antigo chefe de Estado a três militares da Guarda Nacional Republicana (GNR).

O cortejo seguirá para o antigo picadeiro real em Belém, depois adaptado a Museu Nacional dos Coches, e poderá ser visto pela população na Rua do Arsenal, na Praça do Comércio, Avenida Ribeira das Naus, Cais do Sodré, Avenida 24 de Julho e Avenida da Índia, por onde passará até chegar à Praça Afonso de Albuquerque.


Asselborn. Sampaio era "um grande político e homem próximo do povo"
Numa mensagem escrita em português, o Ministro dos Negócios Estrangeiros luxemburguês reage com tristeza à morte do "amigo de longa data".

À chegada a Belém, pelas 11h00, o cortejo fúnebre será recebido pelas três mais altas entidades do Estado: o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e o primeiro-ministro, António Costa.

O velório, no antigo picadeiro real, que fica junto ao Palácio de Belém, estará aberto ao público entre as 12h e as 23h de sábado.

No domingo, a saída do corpo do antigo Presidente da República para o Mosteiro dos Jerónimos, está prevista para as 10h00, com o cortejo a parar brevemente em frente ao Palácio de Belém.

A cerimónia de homenagem a Jorge Sampaio que decorrerá no interior dos Jerónimos entre as 11h00 e as 13h00 poderá ser acompanhada pela população através de um ecrã gigante que será colocado no exterior do mosteiro.

Esta cerimónia contará com intervenções do primeiro-ministro, do presidente da Assembleia da República, do Presidente da República e de familiares de Jorge Sampaio e incluirá um momento cultural.


Portugal decreta três dias de luto nacional entre sábado e segunda-feira
O antigo Presidente da República Jorge Sampaio morreu esta sexta-feira, aos 81 anos.

No final, o cortejo irá até ao Cemitério do Alto de São João através da Avenida da Índia, da Avenida 24 de Julho, da Avenida da Ribeira das Naus, Praça do Comércio, Avenida Infante D. Henrique, Avenida Mouzinho de Albuquerque, Praça Paiva Couceiro e Rua Morais Soares.

A chegada ao Alto de São João está prevista para as 13h30 e aí a população poderá prestar uma última homenagem a Jorge Sampaio.

Terminadas as honras de Estado no Cemitério do Alto de São João, haverá uma cerimónia reservada à família.

O Governo decretou três dias de luto nacional, entre sábado e segunda-feira, pela morte do antigo Presidente da República Jorge Sampaio, e cerimónias fúnebres de Estado.

Jorge Sampaio, antigo secretário-geral do PS (1989/1992) e Presidente da República (1996/2006), morreu esta sexta-feira aos 81 anos, no Hospital de Santa Cruz, em Lisboa, onde estava internado desde 27 de agosto, na sequência de dificuldades respiratórias.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas