Escolha as suas informações

Funeral de Jorge Sampaio realiza-se no Mosteiro dos Jerónimos este domingo
Portugal 10.09.2021
1939/2021

Funeral de Jorge Sampaio realiza-se no Mosteiro dos Jerónimos este domingo

1939/2021

Funeral de Jorge Sampaio realiza-se no Mosteiro dos Jerónimos este domingo

Portugal 10.09.2021
1939/2021

Funeral de Jorge Sampaio realiza-se no Mosteiro dos Jerónimos este domingo

Lusa
Lusa
O corpo do antigo Presidente da República Jorge Sampaio vai estar em câmara ardente no antigo picadeiro em Belém, Lisboa, a partir de sábado, anunciou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros.

No domingo, haverá uma cerimónia oficial de homenagem a Jorge Sampaio no Mosteiro dos Jerónimos - como aconteceu nas cerimónias fúnebres de Mário Soares, em janeiro de 2017, também com honras de Estado - antes da saída do funeral para o Cemitério do Alto de São João, em Lisboa.


Jorge Sampaio durante a visita que hoje efetuou a Escola EB2/3 de Paranhos, no Porto em 2004.
Jorge Sampaio. “Um pioneiro da educação e dos direitos das mulheres”
O abandono escolar ou a partilha de tarefas familiares foram duas das grandes causas abraçadas pelo antigo presidente da República, "um homem muito humanista", como lembra a sua assessora da Casa Civil, Ana Maria Bettencourt.

O velório, no antigo picadeiro real, depois adaptado a Museu Nacional dos Coches, que fica junto ao Palácio de Belém, estará aberto ao público entre as 12:00 e as 23:00 de sábado, e a cerimónia oficial nos Jerónimos decorrerá entre as 11:00 e as 13:00 de domingo.

Estas informações sobre as cerimónias fúnebres de Jorge Sampaio foram transmitidas pelo ministro de Estado Augusto Santos Silva, em declarações aos jornalistas em que esteve acompanhado por José Manuel dos Santos, representante da família do antigo Presidente da República, de quem foi assessor cultural.

O Governo decretou três dias de luto nacional, entre sábado e segunda-feira, pela morte do antigo Presidente da República Jorge Sampaio, e cerimónias fúnebres de Estado.

Jorge Sampaio, antigo secretário-geral do PS (1989/1992) e Presidente da República (1996/2006), morreu hoje aos 81 anos, no Hospital de Santa Cruz, em Lisboa, onde estava internado desde 27 de agosto, na sequência de dificuldades respiratórias.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O corpo do antigo Presidente da República vai estar em câmara ardente no Mosteiro dos Jerónimos a partir das 13:00 de segunda-feira e o funeral realiza-se a partir das 15:30 de terça-feira no Cemitério dos Prazeres, em Lisboa.