Escolha as suas informações

EUA. Menino de oito anos é a sexta vítima mortal de abalroamento em desfile de Natal
Mundo 2 min. 24.11.2021
Homicídio

EUA. Menino de oito anos é a sexta vítima mortal de abalroamento em desfile de Natal

Memorial em nome das vítimas de Wisconsin
Homicídio

EUA. Menino de oito anos é a sexta vítima mortal de abalroamento em desfile de Natal

Memorial em nome das vítimas de Wisconsin
AFP
Mundo 2 min. 24.11.2021
Homicídio

EUA. Menino de oito anos é a sexta vítima mortal de abalroamento em desfile de Natal

AFP
AFP
O atropelamento de domingo causou dezenas de feridos e confirmam-se agora seis vítimas mortais.

Uma criança de oito anos sucumbiu na terça-feira aos ferimentos causados pelo abalroamento de uma multidão, no domingo, num desfile de Natal nos EUA. 

Darrell Brooks Jr, 39 anos, preso logo a seguir ao incidente, vai responder a acusações de homicídio voluntário e, agora, terá mais uma vítima a ser acrescentada ao processo, disse Susan Opper, procuradora. 

As outras vítimas mortais foram quatro mulheres, com idades entre 52 e 79, anos e um homem de 81. Mais de 60 pessoas ficaram feridas, incluindo outros menores.  O número de vítimas pode ainda aumentar, dado que várias pessoas continuam hospitalizadas e em condição crítica.

Brooks foi acusado de conduzir intencionalmente o carro contra uma multidão que participava ou assistia do desfile anual de Natal, em Waukesha. No Estado do Wisconsin, essa acusação implica prisão perpétua.

Segundo a imprensa no local, podia ouvir-se o acusado chorar durante a sessão em tribunal, na qual uma das testemunhas disse que o veículo “pareceu mover-se intencionalmente”, sem intenções de abrandar ou parar enquanto atropelava várias pessoas e atirava outras pelo ar.


EUA. Condutor que avançou sobre desfile de Natal acusado de cinco homicídios
O suspeito esteve envolvido numa discussão conjugal alguns instantes antes dos factos” e “não há qualquer prova de que se tenha tratado de um ato terrorista”, avançam as autoridades.

De acordo com as autoridades, Brooks esteve envolvido num distúrbio doméstico imediatamente antes de ter abalroado o desfile de Natal em Waukesha. Segundo o chefe da polícia, Dan Thompson, a sequência de acontecimentos parece indicar que o homem estava a fugir do primeiro distúrbio quando entrou pela feira de Natal. Depois de abandonar o desfile, o carro foi rapidamente identificado pela polícia e Brooks foi encontrado.

Antecedentes criminais

Brooks tinha sido libertado da prisão menos de duas semanas antes do incidente no desfile de Natal, após ter estado envolvido num caso de violência doméstica. Na altura, teve de pagar mil dólares de fiança, quantia que agora os procuradores dizem ter sido “inapropriadamente baixa”.

Também esse incidente do início deste mês terá envolvido uma lesão provocada por um veículo. De acordo com a queixa, submetida dia 2 de novembro, Brooks atropelou a mãe do seu filho enquanto esta caminhava por um parque de estacionamento de um posto de combustíveis. “Os agentes observaram marcas de pneus na perna esquerda das calças” da queixosa, adiantaram as autoridades.


Reprodução de um vídeo nas redes sociais do momento do acidente.
Pelo menos cinco mortos e 40 feridos atropelados em desfile de Natal nos EUA
Pelo menos cinco pessoas morreram e cerca de 40 ficaram feridas, atropeladas num desfile de Natal em Waukesha, Wisconsin, Estados Unidos, disseram este domingo as autoridades.

Os procuradores submeteram cinco acusações com base nesse crime e verificaram que, já então, Brooks estava em liberdade depois de ter pagado fiança num incidente ocorrido a 24 de julho do ano passado e que envolveu o porte de uma arma de fogo, segundo documentos do tribunal.

Segundo documentos obtidos pela CNN, Brooks tem também um mandado de detenção pendente emitido em agosto de 2016 pelo Estado do Nevada, onde também pagou uma fiança e não voltou a comparecer diante das autoridades.  



Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.