Escolha as suas informações

Voos especiais estão a repatriar para França pessoas bloqueadas em Marrocos
Mundo 2 min. 29.11.2021
Variante Ómicron

Voos especiais estão a repatriar para França pessoas bloqueadas em Marrocos

Variante Ómicron

Voos especiais estão a repatriar para França pessoas bloqueadas em Marrocos

Foto: Anouk Antony
Mundo 2 min. 29.11.2021
Variante Ómicron

Voos especiais estão a repatriar para França pessoas bloqueadas em Marrocos

Lusa
Lusa
Na passada quinta-feira, antes do surgimento da variante Ómicron, Rabat decidiu suspender os voos regulares com destino e provenientes de França, devido ao recrudescimento da epidemia de covid-19 no país europeu.

Diversos voos especiais estão a ser organizados para repatriar para França pessoas bloqueadas em Marrocos após o encerramento no domingo das fronteiras aéreas devido à rápida propagação da nova variante de covid-19, indicou esta segunda-feira à AFP fonte diplomática francesa.

“Estão a ser organizados voos especiais para as pessoas que não conseguiram regressar a França. Estão submetidos à ‘autorização” das autoridades marroquinas”, indicou num 'tweet' a embaixadora francesa Hélène Le Gal, ao convidar as pessoas envolvidas a contactarem as companhias Air France e Transavia, na sequência do surgimento da Ómicron, a nova variante do covid-19.

Estes voos especiais apenas estão operacionais na partida de Marrocos em direção a França, precisou fonte diplomática francesa citada pela agência noticiosa AFP.

Na passada quinta-feira, antes do surgimento da variante Ómicron, Rabat decidiu suspender os voos regulares com destino e provenientes de França, devido ao recrudescimento da epidemia de covid-19 no país europeu.

Marrocos também suspendeu o transporte marítimo de passageiros

Esta decisão está em vigor desde a meia-noite de domingo e “até nova ordem”. Marrocos também suspendeu o transporte marítimo de passageiros com a França a partir dessa data.

No entanto, alguns ‘ferries’ poderão assegurar as ligações “se existir um pedido” e com o acordo das autoridades marroquinas, segundo a fonte diplomática.


A partir de 1 de dezembro quem chegar a Portugal tem de apresentar teste negativo
As regras mudaram. Por ar, terra ou mar, quem atravessar a fronteira para Portugal terá de apresentar à chegada o certificado e um teste negativo - PCR feito com 72 horas de antecedência, ou antigénio, realizado nas 48 horas anteriores. Obrigação é geral, mesmo para os vacinados.

Esta suspensão não se aplica à circulação de veículos utilitários destinados ao transporte de mercadorias.

A França é o primeiro parceiro económico de Marrocos. Cerca de 1,3 milhões de marroquinos vivem em França e 80.000 franceses residem em Marrocos.

Em paralelo, Rabat anunciou no domingo que todos os voos diretos de passageiros com destino a Marrocos foram suspensos por duas semanas a partir das 22:59 (hora de Lisboa) de hoje.

Na sequência deste anúncio, a companhia nacional Royal Air Maroc decidiu adiar “para data posterior” o seu primeiro voo entre Casablanca, capital económica do reino, e Telavive, inicialmente previsto para 12 de dezembro.

Este adiamento compromete uma importante missão a Israel da associação patronal marroquina, programada entre 12 e 15 de dezembro, no quadro da normalização das relações entre os dois países.

A situação epidemiológica melhorou nas últimas semanas em Marrocos – onde o turismo constitui um setor decisivo da atividade económica –, permitindo no início de novembro o fim do recolher obrigatório noturno, em vigor há vários meses.



Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.