Escolha as suas informações

Variante Delta reduz para 40% eficácia das vacinas contra transmissão
Mundo 24.11.2021
Covid-19

Variante Delta reduz para 40% eficácia das vacinas contra transmissão

Covid-19

Variante Delta reduz para 40% eficácia das vacinas contra transmissão

Foto: Chris Karaba
Mundo 24.11.2021
Covid-19

Variante Delta reduz para 40% eficácia das vacinas contra transmissão

Lusa
Lusa
A Europa é de novo o epicentro da pandemia, que, segundo a OMS, poderá causar no continente 700 mil mortos adicionais até à primavera.

"Há dados que sugerem que antes da chegada da variante Delta as vacinas reduziam a transmissão em cerca de 60%, com a Delta tal caiu para 40%", afirmou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, durante a videoconferência de imprensa regular sobre a evolução da pandemia da covid-19.


A regra "2G" na Alemanha limita o acesso apenas a vacinados e recuperados da covid-19
Especialista alemão diz que "não se justifica estigmatizar os não vacinados"
É "perigoso e errado" analisar a situação pandémica com essa lente, uma vez que "há cada vez mais provas de que os indivíduos vacinados continuam a ter um papel relevante na transmissão", diz o investigador Günter Kampf, que é contra a expressão "pandemia de não vacinados".

As vacinas contra a covid-19 em circulação previnem a doença grave e a morte, mas não evitam a infeção e a transmissão do coronavírus SARS-CoV-2, uma situação para a qual os especialistas e a OMS têm advertido recorrentemente, aconselhando as pessoas, mesmo as vacinadas, a manterem as medidas de proteção, como a lavagem das mãos, o uso de máscaras e o distanciamento físico.

Em dezembro de 2020, a Europa foi o primeiro continente a ultrapassar a fasquia dos 500 mil mortos por covid-19.

A pandemia da covid-19 provocou pelo menos 5.165.289 mortes em todo o mundo, entre mais de 258,29 milhões de infeções, segundo o mais recente balanço da agência noticiosa AFP.

Na Europa, o número total de mortos ascende a 1,5 milhões.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.370 pessoas e foram contabilizados 1.130.370 casos de infeção, de acordo com dados atualizados da Direção-Geral da Saúde.

A covid-19 é uma doença respiratória provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e que se disseminou rapidamente pelo mundo.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas