Escolha as suas informações

Universidade da Beira retomou as aulas às escuras
Mundo 08.04.2019

Universidade da Beira retomou as aulas às escuras

Vista parcial da região da Beira.

Universidade da Beira retomou as aulas às escuras

Vista parcial da região da Beira.
Foto: AFP
Mundo 08.04.2019

Universidade da Beira retomou as aulas às escuras

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
A Rádio Latina ouviu o relato de um professor na cidade da Beira. Além da cólera, falta de comida e habitação, a vida ficou mais cara. Uma universidade local retomou as aulas, mesmo sem corrente elétrica.

O número total de pessoas em centros de acomodação no centro de Moçambique após o ciclone Idai subiu ontem para cerca de 160.930, mais 13% do que o balanço feito no dia anterior pelas autoridades locais.

Entre essas pessoas estão professores da Universidade Adventista da Beira (de cariz protestante). A Rádio Latina falou com Ovideo Macamo, pastor protestante e professor de teologia, que relata a destruição parcial da universidade e das casas dos professores.

Três semanas depois do ciclone Idai, a universidade continua sem corrente elétrica. Mas mesmo assim retomou as aulas, por ordem do Governo.

No dia do ciclone (14 de março), a estrada nacional 6, que liga a cidade da Beira às outras províncias, ficou cortada. A cidade perdeu a principal via de comércio, levando à especulação dos preços. Além da cólera, falta de comida e habitação, a vida ficou mais cara.

Ovideo Macamo, professor moçambicano, ouvido pela Rádio Latina a partir da cidade da Beira, a dar conta das dificuldades da população.