Escolha as suas informações

Trump não aceita derrota e garante lutar em tribunal
Mundo 07.11.2020 Do nosso arquivo online

Trump não aceita derrota e garante lutar em tribunal

Trump não aceita derrota e garante lutar em tribunal

AFP
Mundo 07.11.2020 Do nosso arquivo online

Trump não aceita derrota e garante lutar em tribunal

Lusa
Lusa
O Presidente dos EUA, Donald Trump, acusou o candidato democrata Joe Biden de "precipitação" ao anunciar que é o vencedor das eleições e promete apresentar contestações legais às projeções da imprensa norte-americana que concedem a vitória a Biden.

Donald Trump continua a ser Donald Trump, mesmo depois de perder as eleições para um segundo mandato como presidente dos Estados Unidos.

Depois de escrever no Twitter que tinha ganho..."por uma grande margem", Trump não admite que Joe Biden é o novo presidente, quando todas as televisões já tornaram o resultado oficial. E garante que este "se precipitou" ao declarar-se vencedor. 

Como seria de esperar, Trump "não cede" e promete que vai contestar legalmente os resultados que dão a vitória a Biden, depois de vários dias a criticar a contagem dos votos.

Corrida passa para o tribunal

 Rudy Giuliani
Rudy Giuliani
AFP

  Uma conferência de imprensa estava marcada para hoje, em Pensilvânia, o estado que acabou por ser decisivo para Biden.   

O advogado oficial de Trump,  Rudy Giuliani, apressou-se a falar aos apoiantes e garantir que a equipa vai continuar a lutar por "transparência" na contagem dos votos. Giulani garante que o processo de contagem dos votos por correio foram fraudulento, na medida em que observadores republicanos não foram autorizados a assistir à contagem em alguns estados. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas