Escolha as suas informações

Trump grava vídeo no hospital e diz que "os próximos dias vão ser o verdadeiro teste"
Mundo 1 2 min. 04.10.2020 Do nosso arquivo online

Trump grava vídeo no hospital e diz que "os próximos dias vão ser o verdadeiro teste"

Trump grava vídeo no hospital e diz que "os próximos dias vão ser o verdadeiro teste"

Foto: AFP
Mundo 1 2 min. 04.10.2020 Do nosso arquivo online

Trump grava vídeo no hospital e diz que "os próximos dias vão ser o verdadeiro teste"

Redação
Redação
Presidente americano garantiu estar bem e elogiou a equipa médica que o tem acompanhado.

O Presidente dos EUA, Donald Trump, publicou este sábado, ao final do dia, um vídeo gravado no Hospital Militar Walter Reed, onde se encontra internado, para falar aos americanos do seu estado de saúde.

Depois das declarações dos médicos aos jornalistas, durante a tarde, Trump, que se encontrava em plena campanha para as presidenciais de novembro quando foi testado positivo para o novo coronavírus, quis dirigir-se diretamente aos eleitores.

Na mensagem de cerca de quatro minutos o Presidente americano agradece à equipa médica que o tem acompanhado e diz esperar regressar em breve e retomar as suas funções, fazendo um ponto da situação da sua situação clínica.

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

No vídeo, Trump admite que "não se sentia muito bem" quando foi admitido no Hospital Militar Walter Reed, ainda na sexta-feira.

Afirmando que se sente "muito melhor agora", reconhece que "os próximos dias vão ser o verdadeiro teste", mas diz esperar regressar em breve à campanha.  

"Sinto-me muito melhor agora, estamos a trabalhar arduamente para que eu recupere totalmente. Penso que voltarei em breve e mal posso esperar para terminar a campanha da forma como a comecei", acrescentou.

Trump aproveitou ainda apara elogiar o tratamento experimental, com anticorpos sintéticos, a que está a ser submetido, definindo-o como um "milagre que vem de Deus".  


Trump submetido a tratamento experimental de anticorpos sintéticos
De acordo com o médico da Casa Branca, Sean Conley, Donald Trump recebeu um ‘cocktail’ experimental de anticorpos.

O Presidente americano agradeceu ainda aos líderes mundiais e cidadãos norte-americanos que enviaram votos de melhoras, dizendo estar a lutar pelos milhões de pessoas que têm tido o vírus em todo o mundo.

"Vamos vencer este coronavírus ou o que quer que lhe queiram chamar", disse no vídeo, que não aparece com a data em que foi gravado.

Na sexta-feira Donald Trump, de 74 anos, anunciou na sua página da rede social Twitter que, tal como a primeira-dama, Melania, tinha testado positivo ao coronavírus e iria ficar em quarentena.


De Obama a Kim Jong-un. Políticos desejam melhoras a Donald Trump
Presidente dos Estados Unidos da América testou positivo para a covid-19 e foi internado por precaução.

Horas depois, o casal foi internado por medida de precaução no Hospital Militar Walter Reed, em Washington DC.

De acordo com Trump, a sua mulher também está "a lidar muito bem com o assunto" porque é mais nova - tem menos 24 anos que o marido.

Os Estados Unidos são o país do mundo com mais mortos devido à covid-19 (208.731) e também com mais casos de infeção confirmados (mais de 7,3 milhões).

com agências

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas