Escolha as suas informações

Trump declara vitória e recusa-se a contar os votos que faltam
Mundo 04.11.2020 Do nosso arquivo online

Trump declara vitória e recusa-se a contar os votos que faltam

Trump declara vitória e recusa-se a contar os votos que faltam

Foto: AFP
Mundo 04.11.2020 Do nosso arquivo online

Trump declara vitória e recusa-se a contar os votos que faltam

Redação
Redação
O candidato republicano à presidência dos EUA, Donald Trump, disse hoje que já ganhou as eleições, mas que os democratas estão a tentar "roubar" as eleições, prometendo recorrer ao Supremo Tribunal.

No seu primeiro discurso da noite Donald Trump declara que venceu: "Os resultados desta noite foram fenomenais", disse. "Estávamos prontos para ganhar esta eleição e ganhamos esta eleição!", afirmou, de forma peremptória, numa altura em que muitos votos estão ainda por contar. 

E referindo-se aos que ainda irão chegar por correio (e terão de ser contados) o Presidente é claro: "Vamos para o Supremo Tribunal. Não vamos querer que votos sejam acrescentados mais tarde." Recorde-se que há uma maioria de seis juízes conservadores contra três "progressistas" no Supremo Tribunal dos EUA. 

Uma hora antes, no Twitter, o atual ocupante da Casa Branca reivindicou a vitória e disse que os democratas pretendiam roubar essa eleição com os votos por correspondência ainda não contados. "Estamos em grande, mas eles estão a tentar roubar a eleição", escreveu Donald Trump na rede social Twitter.


Twitter e Facebook censuram post de Trump que alega fraude eleitoral
Donald Trump alegou esta manhã nas redes sociais a existência de fraude no processo eleitoral. Twitter e Facebook censuraram o post mas só uma limitou a sua propagação.

"Nós nunca vamos deixá-los fazer isso. Os votos não podem ser lançados após o fecho das votações!", acrescentou. Numa publicação anterior, Trump prometeu fazer uma declaração para breve e acabou com a declaração: "Uma grande vitória!".

Pouco antes e ainda com os resultados a serem apurados, o candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, mostrou-se confiante na sua eleição como Presidente dos Estados Unidos e pediu paciência, recordando que vai demorar até que todos os votos sejam apurados.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou hoje o ainda chefe de Estado norte-americano, Barack Obama, de fazer declarações "inflamatórias" e de dificultar o processo de transferência de poder.
US-Präsident Barack Obama und sein Nachfolger Donald Trump bei einem Gespräch nach der Wahl im Weißen Haus.
O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse esta sexta-feira que o candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, viola os valores norte-americanos e "não está qualificado" para assumir a presidência.
Le président a soutenu la candidate démocrate en Caroline du Nord