Escolha as suas informações

Trump aplica taxas de 60 mil milhões sobre importações chinesas
Mundo 23.03.2018

Trump aplica taxas de 60 mil milhões sobre importações chinesas

Trump aplica taxas de 60 mil milhões sobre importações chinesas

Foto: AFP
Mundo 23.03.2018

Trump aplica taxas de 60 mil milhões sobre importações chinesas

União Europeia isenta das taxas, pelo menos de forma temporária. Presidente norte-americano explica decisão com o défice comercial face à China que é de 500 mil milhões de dólares e "está fora de controlo".

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou a aplicação de taxas no valor de 60 mil milhões de dólares às importações chinesas, embora a entrada em vigor apenas se processe após um período de negociações. A União Europeia, pelo menos de modo temporário, está isenta das tarifas sobre o aço e o alumínio.

Trump apontou o défice comercial com a China, que se situa nos 500 mil milhões de dólares e "está fora de controlo", como principal argumento para a aplicação das taxas às importações chinesas. "É o maior défice de qualquer país na história mundial", acrescentou.

Argentina, Austrália, México, Canadá, Brasil e Coreia do Sul são outros países que, para já, não estarão sujeitos à aplicação de tarifas.



Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Juncker hoje em reunião com Trump
Tarifas sobre a indústria automóvel europeia estão no centro da conversa. Através do Twitter, o presidente norte-americano sugeriu que EUA e União Europeia acabassem com todas as tarifas.
Trump: União Europeia é inimiga dos EUA
O presidente norte-americano, que reúne esta segunda-feira com o seu homólogo russo, considera a Rússia e a China “concorrentes” “eficientes” e a UE inimiga dos americanos devido às suas práticas comerciais que prejudicam Washington.
US President Donald Trump waits for a breakfast with the Finland's President at the Mantyniemi Presidential Residence July 16, 2018 in Helsinki, Finland
US President Donald Trump touched down in Helsinki on July 16, 2018 on the eve of a much-anticipated summit with his Russian counterpart Vladimir Putin. / AFP PHOTO / Brendan Smialowski