Escolha as suas informações

“Tragédia horrível”. 46 pessoas morreram sufocadas pelo calor presas em camião
Mundo 7 2 min. 28.06.2022
Imigrantes

“Tragédia horrível”. 46 pessoas morreram sufocadas pelo calor presas em camião

Equipas de polícia e bombeiros foram mobilizadas para o local onde foi encontrado o camião, em San Antonio, Texas.
Imigrantes

“Tragédia horrível”. 46 pessoas morreram sufocadas pelo calor presas em camião

Equipas de polícia e bombeiros foram mobilizadas para o local onde foi encontrado o camião, em San Antonio, Texas.
AFP
Mundo 7 2 min. 28.06.2022
Imigrantes

“Tragédia horrível”. 46 pessoas morreram sufocadas pelo calor presas em camião

AFP
AFP
A polícia do Texas, EUA, encontrou os corpos sem vida dos imigrantes fechados num camião, sem ventilação, nem água, num dia de temperaturas de 40 graus. Três pessoas foram detidas.

Foi um pedido de socorro vindo de dentro do camião estacionado em San Antonio, Texas, EUA que levou à horrível descoberta dos cadáveres, num dia de altas temperaturas.

Um trabalhador que estava na zona ouviu a súplica e chamou a polícia. Quando abriram as portas traseiras do veículo todo fechado os agentes descobriram 46 corpos de imigrantes mortos no interior. Dezasseis pessoas, entre elas quatro crianças, ainda estavam conscientes e foram de imediato transportadas para o hospital. Entretanto três pessoas já foram detidas.

"Estamos perante uma tragédia humana horrível", declarou Ron Nirenberg, Presidente da Câmara de San Antonio, numa conferência de imprensa segunda-feira à noite, após um dia em que as temperaturas rondaram os 40 graus celsius.

"Esperamos que os responsáveis que colocaram estas pessoas em condições tão desumanas sejam processados até ao limite máximo da lei”, acrescentou.

Camiões, como o agora encontrado com os corpos, são naquela região um meio de transporte comum e clandestino para mexicanos que querem entrar nos EUA. A grande cidade de San Antonio fica situada a cerca de 240 km da fronteira com o México.

Contudo, esta é uma viagem extremamente perigosa, sobretudo porque estes veículos raramente têm ar condicionado e os seus ocupantes estão presos no interior onde rapidamente ficam sem água para beber.

Mortos pelo calor

Os sobreviventes assistidos apresentavam elevadas temperaturas corporais e desfalecidos pela exaustão do calor dentro do veículo, onde não foram encontradas garrafas de água para estes viajantes, explicou Charles Hood, comandante dos bombeiros da cidade que mobilizou cerca de 60 homens para o local.

“Não é suposto abrirmos um camião destes e encontrarmos pilhas de corpos mortos”, disse este responsável.  

As pessoas e crianças que assistimos estavam quentes ao toque, sofrendo de insolação, exaustão do calor, não foi encontrada água no veículo", disse o chefe dos bombeiros.

Tragédia anterior

Por seu turno, William McManus, chefe da polícia de San Antonio anunciou na conferência que foram detidas três pessoas, mas ainda "não sabemos se elas estão diretamente ligadas” a este transporte de imigrantes.

Em julho de 2017, uma tragédia semelhante ocorreu naquela cidade: dez migrantes tinham morrido num reboque sobreaquecido pelo calor e estacionado num parque de estacionamento de supermercados perto de San Antonio.

Na altura, as autoridades de imigração relataram que a temperatura no reboque tinha atingido os 65°C. O motorista do camião foi condenado em abril de 2018 a prisão perpétua, sem liberdade condicional.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.