Escolha as suas informações

Tiroteio em escola fez dois mortos e três feridos em estado grave
Mundo 25.10.2014 Do nosso arquivo online
EUA

Tiroteio em escola fez dois mortos e três feridos em estado grave

.
EUA

Tiroteio em escola fez dois mortos e três feridos em estado grave

.
AFP
Mundo 25.10.2014 Do nosso arquivo online
EUA

Tiroteio em escola fez dois mortos e três feridos em estado grave

O tiroteio ocorrido hoje numa escola perto de Seattle, nos Estados Unidos, fez dois mortos, um deles o atirador que se suicidou, confirmou a polícia.

O tiroteio ocorrido hoje numa escola perto de Seattle, nos Estados Unidos, fez dois mortos, um deles o atirador que se suicidou, confirmou a polícia.

O hospital para o qual os feridos foram levados também confirmou ter recebido quatro vítimas e que três delas estavam em estado crítico.

As televisões locais mostraram imagens de muitos polícias e serviços de emergência junto da escola secundária de Marysville-Pilchuck, no este do estado de Washington.

Segundo a imprensa o tiroteio começou no refeitório. Um dos estudantes disse a uma televisão que estava a comer quando ouviu quatro tiros e que viu uma arma, tendo fugido de seguida do local.

A polícia disse aos jornalistas acreditar que se tratou apenas de um atirador, ainda que a escola secundária tenha sido evacuada.

O caso deu-se numa pequena localidade a noroeste dos Estados Unidos e a escola era frequentada por 2.500 alunos.

De acordo com a imprensa local alunos que presenciaram o tiroteio disseram que o atirador, aluno da escola, estava no refeitório calmamente e que depois começou a disparar.

“Ele estava sossegado, estava apenas ali sentado e toda a gente estava a conversar. De repente vi-o levantar-se e tirar algo do bolso”, disse um dos alunos à televisão CNN, acrescentando que depois começou a ouvir os tiros e que viu três alunos caírem como se estivessem mortos.

Casos como o de hoje nos Estados Unidos, ou como quando há dois anos 20 crianças e seis adultos foram alvejados em Newton, Connecticut, têm levado a um grande debate nacional sobre a lei de venda de armas, que é muito permissiva.