Escolha as suas informações

Terceira ronda de conversações entre Ucrânia e Rússia na segunda-feira
Mundo 05.03.2022 Do nosso arquivo online
Guerra na Ucrânia

Terceira ronda de conversações entre Ucrânia e Rússia na segunda-feira

Delegações da Rússia e da Ucrânia na segunda ronda de negociações, em Belovezhskaya Pushcha, na região bielorrussa de Brest, perto da fronteira polaca.
Guerra na Ucrânia

Terceira ronda de conversações entre Ucrânia e Rússia na segunda-feira

Delegações da Rússia e da Ucrânia na segunda ronda de negociações, em Belovezhskaya Pushcha, na região bielorrussa de Brest, perto da fronteira polaca.
Foto: AFP
Mundo 05.03.2022 Do nosso arquivo online
Guerra na Ucrânia

Terceira ronda de conversações entre Ucrânia e Rússia na segunda-feira

Lusa
Lusa
Uma terceira ronda de conversações entre a Ucrânia e a Rússia vai realizar-se na segunda-feira, anunciou este sábado um membro da delegação ucraniana, David Arakhamia.

“A terceira ronda de negociações realiza-se na segunda-feira”, escreveu na sua página da rede social Facebook, ao décimo dia da invasão russa da Ucrânia.


Delegações da Rússia e da Ucrânia na segunda ronda de negociações
Rússia e Ucrânia acordam corredores humanitários
Vai haver terceira ronda de negociações.

Na segunda ronda de negociações, que aconteceu na quinta-feira, os dois lados concordaram em estabelecer corredores humanitários. 

A segunda ronda de negociações aconteceu em Belovezhskaya Pushcha, na região bielorrussa de Brest, perto da fronteira polaca. Foi a primeira vez que os dois lados chegaram a acordo em algum ponto das negociações, desde que a Rússia invadiu a Ucrânia.

A Rússia lançou, na madrugada de 24 de fevereiro, uma ofensiva militar à Ucrânia e as autoridades de Kiev contabilizaram, até ao momento, mais de 2.000 civis mortos, incluindo crianças. Segundo a ONU, os ataques já provocaram mais de 1,2 milhões de refugiados.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas para isolar ainda mais Moscovo.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas