Escolha as suas informações

Tempestade é "Ciara" na Europa e "Sabine" na Alemanha
Mundo 10.02.2020

Tempestade é "Ciara" na Europa e "Sabine" na Alemanha

Tempestade é "Ciara" na Europa e "Sabine" na Alemanha

AFP
Mundo 10.02.2020

Tempestade é "Ciara" na Europa e "Sabine" na Alemanha

Os alemães têm um nome próprio para identificar o fenómeno meteorológico que está a atingir o norte e centro da Europa. Ao contrário dos restantes países chamaram-lhe "Sabine".

A Alemanha tem um sistema próprio de nomenclatura para os fenómenos meteorológicos. Desde 1953 que as tempestades e os ciclones têm nomes para tornar mais fácil e clara a comunicação com o população e evitar confusões na emissão dos alertas. 

Embora o Centro Nacional de Furacões emita, todos os anos, uma lista com nomes femininos e masculinos para tipificá-los, a Universidade de Berlim criou um sistema alternativo logo no ano seguinte. 

Logo em 1954, o país ficou de fora do acordo estipulado entre os serviços meteorológicos internacionais. Entretanto, no arranque da década, em 2002, lançou o programa "Adote um ciclone" que permite que a divulgação do mesmo seja patrocinada assim como "a formação dos estudantes de meteorologia". 

De acordo com a RTL, a alemã Sabine Kaufmann foi a primeira a licitar a tempestade que atingiu o centro e o norte da Europa durante a madrugada de domingo para segunda-feira. 

Ao contrário do restantes países europeus, os ventos fortes e as chuvas torrenciais não dão pelo nome de Ciara na Alemanha. O nome, que em gaélico se pronuncia Kira, refere-se a Santa Clara de Assis.