Escolha as suas informações

Sobe para cinco o número de vítimas mortais em Trier
Mundo 01.12.2020

Sobe para cinco o número de vítimas mortais em Trier

Sobe para cinco o número de vítimas mortais em Trier

AFP
Mundo 01.12.2020

Sobe para cinco o número de vítimas mortais em Trier

No balanço do fim da tarde, as autoridades tinham dado conta de pelo menos quatro pessoas em estado crítico. Uma delas acabou por morrer dada a gravidade dos ferimentos.

Subiu para cinco o número de vítimas mortais do atropelamento deliberado que obrigou as autoridades a fechar o centro de Trier, pelo menos até esta quarta-feira de manhã. A informação foi adiantada pela Polícia de Trier nas redes sociais. Quase duas horas antes, no balanço que decorreu ao fim da tarde, as autoridades tinham dado conta de pelo menos quatro pessoas em estado crítico, sendo que uma delas acabou por morrer dada a gravidade dos ferimentos. 

Cerca de 30 pessoas ficaram feridas na sequência do ataque cujas motivações não terão sido nem políticas nem religiosas. Nascido em Trier, o homem de 51 anos que atirou o carro para cima da multidão no centro da cidade, terá sérios problemas mentais. Antes de ser levado para interrogatório judicial, o alemão foi sujeito ao teste do balão e acusou 1,4 gramas de álcool no sangue. 

Para já ainda não está apurada a idade nem a nacionalidade da quinta vítima mortal, confirmada pouco depois das 20h30 da noite. Sabe-se que as outras quatro tinham entre 9 meses a 73 anos. A mãe da criança que perdeu a vida neste incidente está ferida e foi encaminhada para o hospital. 

Para o Presidente da Câmara 1 de Dezembro é "o dia mais negro para a cidade de Trier desde a Segunda Guerra Mundial".  

"Todos nós vemos este tipo de imagens na televisão e pensamos que este tipo de coisas só acontece noutro lugar", disse Wolfram Leibe, profundamente abalado. "Não consigo compreender porque é que alguém teria a ideia de conduzir um SUV" para o centro da cidade para matar pessoas", concluiu o raciocínio a que chamou trauma coletivo. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Trier. Um dos feridos é luxemburguês
As motivações não terão sido nem políticas, nem religiosas. Nascido em Trier, o homem de 51 anos que atirou o carro para a multidão no centro da cidade, terá sérios problemas mentais.