Escolha as suas informações

Seul diz que EUA e Coreia do Norte mantêm contactos nos bastidores
Mundo 26.06.2019 Do nosso arquivo online

Seul diz que EUA e Coreia do Norte mantêm contactos nos bastidores

Seul diz que EUA e Coreia do Norte mantêm contactos nos bastidores

Foto: AFP
Mundo 26.06.2019 Do nosso arquivo online

Seul diz que EUA e Coreia do Norte mantêm contactos nos bastidores

O presidente sul coreano referiu que a troca de correspondência entre Trump e Kim Jong un prova que os contactos existem, ao mais alto nível.

O presidente sul-coreano disse hoje que a Coreia do Norte e os Estados Unidos mantêm “negociações nos bastidores” no sentido de organizarem a terceira cimeira entre os dois países.

O chefe de Estado da Coreia do Sul adiantou que, apesar do último encontro em Hanói entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong un, sobre o arsenal nuclear da Coreia do Norte não ter alcançado resultados têm-se verificado uma troca de correspondência entre os dois estadistas.

Em resposta a perguntas colocadas por seis órgãos de comunicação social, entre os quais a agência Associated Press, o presidente Moon Jae-in da Coreia do Sul disse que a vontade de manter o diálogo nunca foi afetada.

O presidente sul coreano referiu que a troca de correspondência entre Trump e Kim Jong un prova que os contactos existem, ao mais alto nível.

Para Moon, a Cimeira de Hanói não foi um fracasso.

“O sucesso sobre a desnuclearização e o processo de paz para a Península da Coreia não podem ficar determinados por uma ou duas cimeiras”, disse Moon.

Apesar de ter afirmado que os dois países mantêm encontros nos bastidores, o presidente da Coreia do Sul não desenvolveu a declaração sobre o formato e locais onde decorrem os eventuais encontros que preparam a terceira cimeira.

O enviado especial de Donald Trump para a Coreia do Norte, Stephen Biegun, deve visitar Seul na quinta-feira e de acordo com especialistas citados pela AP é possível que se venha a encontrar com responsáveis norte-coreanos na fronteira que divide a península.


Notícias relacionadas