Escolha as suas informações

Sem sintomas e resultados, Brigitte Macron optou por isolar-se
Mundo 17.12.2020 Do nosso arquivo online

Sem sintomas e resultados, Brigitte Macron optou por isolar-se

Sem sintomas e resultados, Brigitte Macron optou por isolar-se

AFP
Mundo 17.12.2020 Do nosso arquivo online

Sem sintomas e resultados, Brigitte Macron optou por isolar-se

Teresa CAMARÃO
Teresa CAMARÃO
A primeira dama decidiu adoptar a medida preventiva já que se enquadra na categoria dos contactos mais próximos de Emmanuel Macron. Na prova desta manhã voltou a testar negativo.

Ainda que não tenha manifestado qualquer sintoma, Brigitte Macron decidiu colocar-se em auto-isolamento, depois do marido ter testado positivo para infeção provocada pelo novo coronavírus, esta quinta-feira. 

A informação foi confirmada pelo porta-voz da primeira dama no Palácio do Eliseu. Citado pela imprensa francesa confirma que a mulher do Presidente francês não só não tem "nenhum sintoma" como até testou positivo para a covid-19 na passada terça-feira, antes de de visitar uma enfermaria pediátrica no Hospital de Saint-Louis em Paris. 

"Como medida de precaução", Brigitte sujeitou-se a nova prova na manhã desta quinta-feira e voltou a testar negativo, ainda que tenha optado por seguir a recomendação das autoridades de saúde que estimam que o vírus demore até 14 dias a manifestar-se. 

"A sua agenda será adaptada para que possa trabalhar à distância durante os próximos sete dias", explica o Eliseu.  

De resto, não é a primeira vez que Brigitte Macron atravessa um momento semelhante. Já em outubro, a primeira dama decidiu isolar-se pelo mesmo período de tempo, depois de ter tido contacto com uma pessoa infetada. 



Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas