Escolha as suas informações

Rússia controla parte de Severodonetsk
Mundo 31.05.2022
Guerra na Ucrânia

Rússia controla parte de Severodonetsk

Explosão em Severodonetsk
Guerra na Ucrânia

Rússia controla parte de Severodonetsk

Explosão em Severodonetsk
Foto: AFP
Mundo 31.05.2022
Guerra na Ucrânia

Rússia controla parte de Severodonetsk

AFP
AFP
Os combates continuam na cidade, garante o Governo regional.

As forças russas controlam agora parte de Severodonetsk, cidade no leste da Ucrânia que o Exército de Moscovo tem tentado tomar há semanas, disse o governador da região na terça-feira. "A situação é muito complicada. Uma parte de Severodonetsk é controlada pelos russos", disse Sergei Gaidai, chefe da região de Lugansk, no Telegram. 

No entanto, Sergei disse que os militares "não podem avançar livremente", porque os combatentes ucranianos "ainda permanecem" na cidade. "O inimigo está a planear uma operação para limpar o território das aldeias próximas", afirmou, adiantando também que não há notícias de três médicos desaparecidos desde o dia anterior. 


UE aprova embargo ao petróleo russo
À uma da manhã desta terça-feira, foi anunciado o acordo que horas antes parecia impossível. Segundo von der Leyen, 90% do petróleo russo não entrará nos portos europeus até ao fim do ano.

Na segunda-feira, o governador tinha anunciado que as forças russas tinham avançado para o centro de Severodonetsk. A cidade tinha cerca de 100 mil habitantes antes da guerra, e uma grande parte desta está agora destruída e deserta. 

A região do Donbass tem vindo a ser bombardeada há semanas por forças russas e separatistas pró-russos que lutam ao seu lado. 


Putin não tem cancro, confirma Sergei Lavrov
Sergei Lavrov negou, no domingo, que Vladimir Putin estaria doente, com cancro no sangue, afirmando que não há quaisquer sinais disso.

Severodonetsk e a sua cidade gémea, Lyssychank, estão localizadas a mais de 80 quilómetros a leste de Kramatorsk, que se tornou o centro administrativo de Donbass, na Ucrânia, desde que os separatistas apoiados por Moscovo tomaram parte do território em 2014.     

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas