Escolha as suas informações

Rússia anuncia exercícios militares para este sábado
Mundo 18.02.2022 Do nosso arquivo online
Tensão

Rússia anuncia exercícios militares para este sábado

Exercícios das forças estratégicas, que incluem o lançamento de mísseis balísticos, terão a supervisão do presidente Vladimir Putin.
Tensão

Rússia anuncia exercícios militares para este sábado

Exercícios das forças estratégicas, que incluem o lançamento de mísseis balísticos, terão a supervisão do presidente Vladimir Putin.
Foto: AFP
Mundo 18.02.2022 Do nosso arquivo online
Tensão

Rússia anuncia exercícios militares para este sábado

AFP
AFP
A Rússia anunciou que irá conduzir exercícios de forças estratégicas no sábado sob a supervisão de Vladimir Putin, incluindo lançamentos de mísseis balísticos e de cruzeiro, no meio de uma crise com o Ocidente devido à tensão com a Ucrânia.

"A 19 de fevereiro, sob a direção do comandante supremo das forças armadas russas Vladimir Putin, será realizado um exercício planeado de forças de dissuasão estratégicas", disse o Ministério da Defesa numa declaração esta sexta-feira.


Sergei Verchinin, vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, e Linda Thomas-Greenfield, embaixadora dos EUA na ONU.
"Rússia dirige-se para uma invasão iminente" da Ucrânia, alertam EUA
Estados Unidos avisam que uma provocação de Moscovo poderá vir a justificar uma intervenção militar na Ucrânia.

De acordo com Moscovo, "os disparos de mísseis balísticos e de cruzeiro terão lugar" como parte dos exercícios. Estarão envolvidos soldados do Distrito Militar Sul da Rússia, forças aeroespaciais, forças estratégicas e as frotas russas do Norte e do Mar Negro. 

Segundo o Ministério, estas manobras visam "testar a prontidão" das forças envolvidas e a "fiabilidade das armas estratégicas nucleares e não nucleares".

As forças estratégicas russas, na sua definição ampla, são concebidas para responder a ameaças, incluindo uma guerra nuclear. Estão equipadas com mísseis intercontinentais, bombardeiros estratégicos de longo alcance, submarinos, navios de superfície e uma força aérea naval que transporta mísseis convencionais, também de longo alcance.


A Rússia, que nega quaisquer planos de invasão, anunciou na terça e quarta-feira a retirada de algumas das suas tropas.
Rússia anuncia nova retirada militar da Crimeia
A televisão estatal russa mostrou um comboio carregado de camiões militares a atravessar a ponte que liga a Crimeia ao território russo. EUA não estão convencidos.

Estes exercícios surgem no meio da tensão crescente com o Ocidente, que acusa Moscovo de ter reunido até 150 mil soldados nas fronteiras da Ucrânia, em preparação para uma potencial invasão do país.

Moscovo nega tais planos e anunciou desde terça-feira uma série de retiradas de tropas, com imagens de comboios carregados de equipamento, mas sem convencer o Ocidente.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Depois de, nos últimos dias, ter estabelecido contacto com os vários líderes europeus, “o Presidente Biden está pronto para se encontrar com o Presidente Putin a qualquer momento e em qualquer formato”, afirmou o secretário de Estado norte-americano Antony Blinken.