Escolha as suas informações

Em França máscaras fazem parte da lista de material escolar obrigatório
Mundo 2 min. 15.09.2021
Rentrée escolar

Em França máscaras fazem parte da lista de material escolar obrigatório

Rentrée escolar

Em França máscaras fazem parte da lista de material escolar obrigatório

Foto: AFP
Mundo 2 min. 15.09.2021
Rentrée escolar

Em França máscaras fazem parte da lista de material escolar obrigatório

Ana B. Carvalho
Ana B. Carvalho
Vacinação nas escolas, máscaras obrigatórias e um protocolo de quatro níveis, são algumas das medidas do regresso às aulas francês.

Cerca de doze milhões de crianças em França começaram a voltar às escolas francesas no início de setembro. A máscara facial continua a ser um dos materiais obrigatórios dos alunos com mais de seis anos. 

Nas normas escolares deste ano, as crianças são obrigadas a lavar as mãos frequentemente e as salas de aula devem ser regularmente ventiladas. Os desportos de contacto continuam proibidos e o incentivo à vacinação é permanente. Nas escolas a vacinação também é possível, com o consentimento de pelo menos um dos pais para os estudantes entre os 12 e os 16 anos.

Em todo o país, as escolas seguem um protocolo de quatro níveis - verde, amarelo, laranja e vermelho - que variam conforme a situação sanitária no momento. Mas a necessidade de ventilação das salas de aula, desinfeção dos espaços interiores, obrigatoriedade de uso de máscara e de desinfeção das mãos dos alunos e pessoal são permanentes.  

Mas há variações consoante os níveis de ensino. Nas escolas primárias, se aoenas uma criança testar positivo, a turma ficará em casa durante sete dias. 

Já no ensino intermédio e secundário, as crianças que testarem positivo à covid-19 bem como as crianças em contacto com esta e que não estiverem vacinadas serão colocadas em isolamento durante pelo menos uma semana. Neste casos, as crianças completamente vacinadas poderão continuar a frequentar a escola. 


Dicas para um bom regressso às aulas
Os conselhos de uma professora e de uma psicóloga para garantir um bom regresso à escola.

No centro das preocupações atuais do Governo francês está a propagação da variante Delta. O ministro da educação, Jean Michel-Blanquer disse recentemente que haveria 600.000 testes de saliva por semana só nas escolas primárias. Na visita a uma escola primária perto de Marselha, o Presidente francês Emmanuel Macron descreveu a reabertura das escolas como "uma vitória".  

De acordo com dados da Unesco, a França é um dos países em todo o mundo que manteve a taxa mais elevada de aulas presenciais durante a crise pandémica. O país fechou total ou parcialmente os estabelecimentos escolares durante 12 semanas entre março de 2020 e julho deste ano, em comparação com 38 semanas na vizinha Alemanha e 58 semanas nos Estados Unidos. 



Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O regresso às aulas no Luxemburgo arrancou esta segunda-feira, com centenas de escolas primárias a reabrirem as portas a 46.870 alunos. Na terça, foi a vez dos alunos do sétimo ano do liceu, com os restantes alunos do secundário (41.063) a regressarem às aulas esta quarta-feira. O CONTACTO acompanhou o primeiro dia de aulas dos alunos portugueses na maior escola primária do país, em Esch-sur-Alzette. Um dia de “nervos” e ansiedade para a maioria das crianças.
15.09.10 rentree scolaire schulbeginn 2010, primaerschule hesperange grundschule ecole primaire, eleves schule schueler education bildung, photo: Marc Wilwert