Escolha as suas informações

Reino Unido proíbe voos de Portugal por causa de nova variante brasileira da covid-19
Mundo 2 min. 14.01.2021

Reino Unido proíbe voos de Portugal por causa de nova variante brasileira da covid-19

Reino Unido proíbe voos de Portugal por causa de nova variante brasileira da covid-19

Marcello Casal Jr/Agencia Brazil
Mundo 2 min. 14.01.2021

Reino Unido proíbe voos de Portugal por causa de nova variante brasileira da covid-19

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
Depois das estirpes inglesa e da África do Sul descobriu-se agora uma terceira nova estirpe da Amazónia que também é muito contagiosa. Ainda não foi detetada em Portugal.

O início do ano de 2021 está a ser marcado pelo medo da propagação de novas estirpes do vírus da SARS-CoV-2 que são muito mais contagiosas que o vírus original. 

Após as novas variantes do Reino Unido e da África do Sul foi agora identificada uma nova variante com origem na Amazónia, Brasil e que também é altamente contagiosa. Esta nova variante já chegou ao Reino Unido e foi detetada também no Japão.

Em Portugal, ainda não existem registos da presença desta nova estirpe como anunciou hoje o Instituto Ricardo Jorge. 

Só que devido aos "fortes laços" entre Portugal e o Brasil o governo britânico anunciou hoje a suspensão das ligações aéreas de Portugal para o Reino Unido "como mais uma forma de reduzir o risco de importação de infeções”, anunciou o ministro britânico dos Transportes através do Twitter, citado pela Lusa.


Japão deteta uma nova estirpe da covid-19 em passageiros provenientes do Brasil
Passageiros chegaram ao Japão "após uma temporada no Amazonas", informaram as autoridades nipónicas.

No entanto, o Governo britânico vai isentar deste bloqueio os camionistas que viajem a partir de Portugal para permitir a circulação de bens essenciais e também aos cidadãos britânicos e irlandeses e nacionais de países terceiros com direito de residência, que poderão entrar no país, mas cumprir quarentena de 10 dias, de acordo com a mesma notícia da Lusa. 

Travar a entrada da nova variante

Para tentar travar a disseminação da nova estirpe brasileira o Reino Unido vai fechar as portas a cidadãos oriundos de vários países, a partir de amanhã.

"Tomei a decisão urgente de proibir chegadas da Argentina, Brasil, Bolívia, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela a partir de sexta-feira após informação sobre uma nova variante no Brasil”, declarou Grant Shapps na mesma comunicação.

Já ontem o primeiro-ministro britânico Boris Jonhson tinha anunciado que iriam ser tomadas medidas para tentar travar a entrada de novos casos infetados com a estirpe brasileira.

"Estamos preocupados com a nova estirpe brasileira", admitiu o primeiro-ministro Boris Johnson relembrando que tem em vigor "medidas duras para proteger o país de novas infeções vindas do estrangeiro", prometendo igualmente novas restrições em relação à estirpe brasileira. "Estamos a tomar medidas", disse. Esta manhã o governo anunciou a suspensão de voos de vários países considerados perigosos em relação à entrada desta nova estirpe.


Seis casos da variante britânica detetados no Luxemburgo
O vírus, com o nome de B1.1.7, é 70% mais contagioso do que todas as outras estirpes em circulação.

As medidas foram tomadas numa reunião do comité ministerial Covid-O do Reino Unido, esta manhã e tiveram por base a informação de especialistas do Grupo Consultivo de Ameaças de Vírus Respiratórios Novos e Emergentes (Nervtag) sobre novos vírus, composto por cientistas que aconselham o Governo sobre a pandemia de covid-19.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas