Escolha as suas informações

Reino Unido exige teste PCR negativo no embarque, a partir de dia 7
Mundo 05.12.2021
Pandemia

Reino Unido exige teste PCR negativo no embarque, a partir de dia 7

Pandemia

Reino Unido exige teste PCR negativo no embarque, a partir de dia 7

Mundo 05.12.2021
Pandemia

Reino Unido exige teste PCR negativo no embarque, a partir de dia 7

AFP
AFP
A nova medida anunciada ontem pelo Governo visa travar a propagação da variante Omicron, já responsável por 160 infeções no país.

A partir de terça-feira, dia 7, quem viajar para o Reino Unido terá de apresentar um teste PCR negativo no embarque, uma medida anunciada ontem e que visa travar a propagação da variante Omicron neste país. 

"Qualquer pessoa com 12 anos ou mais que deseje viajar para o Reino Unido terá de apresentar um teste negativo (antigénico ou PCR)" realizado no máximo 48 horas antes da partida, assim anunciou o executivo de Boris Johnson sábado à noite, assumindo que a restrição é necessária para combater a importação da variante Omicron. O país regista já 160 infeções por esta nova variante, a maioria importada da África do Sul e Nigéria, segundo o governo.

Os viajantes que chegam ao Reino Unido já são obrigados a realizar um teste PCR o mais tardar dois dias após a chegada, e isolar-se até os resultados chegarem. 

"Precisamos de tomar medidas específicas para evitar que esta nova variante se instale no país e crie um problema ainda maior", frisou este governante.  Para tal está a ser intensificada a campanha de doses de reforço vacinar e a máscara passou a ser, de novo, obrigatória nos transportes públicos e nas lojas.


Controle de testes covid-19 aos passageiros à chegada ao aeroporto de Lisboa.
Passageiros sentem-se "mais seguros" com teste negativo no embarque para Portugal
A maioria dos viajantes que chegou hoje a Lisboa concorda com as novas regras de prevenção da covid-19 para embarcar para o país. Reportagem no aeroporto da capital.

Nigéria entra na lista vermelha

A partir de amanhã, segunda-feira, dia 6, a Nigéria será também acrescentada à lista vermelha de países, cujos viajantes estão proibidos de entrar no Reino Unido, exceto para os nacionais e residentes que terão de observar uma quarentena de dez dias em hotéis, às suas próprias custas. 

A lista vermelha inclui atualmente dez países africanos. Todas as medidas serão reavaliadas a 20 de Dezembro, disse o executivo.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

As pessoas com mais de 12 anos que chegarem do Reino Unido terão apenas de apresentar um dos três documentos: certificado de vacinação completa, certificado de recuperação com validade de seis meses ou teste negativo.