Escolha as suas informações

Região pró-russa de Kherson quer pedir a anexação a Putin
Mundo 11.05.2022
Guerra na Ucrânia

Região pró-russa de Kherson quer pedir a anexação a Putin

O presidente russo Vladimir Putin ordenou a invasão ao país vizinho, acusando-o de oprimir e massacrar os falantes de russo.
Guerra na Ucrânia

Região pró-russa de Kherson quer pedir a anexação a Putin

O presidente russo Vladimir Putin ordenou a invasão ao país vizinho, acusando-o de oprimir e massacrar os falantes de russo.
Foto: AFP
Mundo 11.05.2022
Guerra na Ucrânia

Região pró-russa de Kherson quer pedir a anexação a Putin

AFP
AFP
As autoridades instaladas por Moscovo na região ucraniana de Kherson pretendem pedir a Vladimir Putin a anexação à Rússia, disse esta quarta-feira um funcionário regional pró-russo.

"Haverá um pedido (ao presidente russo) para integrar a região de Kherson como um território de pleno direito da Federação Russa", disse às agências russas Kirill Stremooussov, chefe adjunto da administração militar-civil em Kherson, uma região conquistada pelo exército russo durante a ofensiva de Moscovo contra a Ucrânia, em fevereiro.

A região de Kherson, localizada a norte da Crimeia - anexada por Moscovo em 2014 - é essencial para o abastecimento de água à península.


Ucrânia diz que já morreram mais de 26 mil militares russos desde início da guerra
Só na terça-feira, 350 russos terão perdido a vida.

A sua conquista, o único verdadeiro sucesso militar para Moscovo desde o início da sua campanha, proporciona também uma ponte terrestre ligando a Crimeia, a região separatista pró-russa de Donetsk e o território russo.

A captura tinha também como objetivo permitir a Moscovo atacar o grande porto de Odessa, no sudoeste da Ucrânia, que até agora tem sido mal sucedido, bem como as cidades do norte de Zaporizhia e Dnipro. 

O presidente russo Vladimir Putin ordenou a invasão ao país vizinho, acusando-o de oprimir e massacrar os falantes de russo. Putin afirmou que não queria ocupar território ucraniano.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse, durante uma entrevista televisiva na segunda-feira, que não vai insistir na adesão da Ucrânia à NATO, uma das questões que motivaram oficialmente a invasão russa.