Escolha as suas informações

Presidente do Irão anuncia descoberta de campo de petróleo com 50 mil milhões de barris
Mundo 10.11.2019

Presidente do Irão anuncia descoberta de campo de petróleo com 50 mil milhões de barris

Presidente do Irão anuncia descoberta de campo de petróleo com 50 mil milhões de barris

Foto: AFP
Mundo 10.11.2019

Presidente do Irão anuncia descoberta de campo de petróleo com 50 mil milhões de barris

Citado pela Fars, agência de notícias semi-oficial, o Presidente iraniano assinalou que iria informar a Casa Branca que no dia em que os Estados Unidos da América impuseram sanções à venda de petróleo iraniano, os trabalhadores e engenheiros do país fizeram esta descoberta do novo campo, que aumenta em um terço as reservas de petróleo do Irão.

 O Presidente do Irão, Hassan Rouhani, anunciou este domingo a descoberta de um novo campo de petróleo, no sul do país, com capacidade para mais de 50 mil milhões de barris.

Com a descoberta agora anunciada, as reservas provadas de petróleo do Irão aumentaram em cerca de um terço. Atualmente, de acordo com dados das autoridades iranianas, as reservas provadas de petróleo do país ascendem a 150 mil milhões de barris.

As reservas provadas referem-se a petróleo cuja extração é economicamente viável, ainda que a forma como são calculadas varia de país para pais.

O novo campo de petróleo será o segundo maior do Irão, a seguir ao de Ahvaz, com capacidade para produção de 65 mil milhões de barris de crude.

O anúncio do Presidente iraniano foi feito na cidade de Yazd, tendo Hassan Rouhani adiantado que o novo campo fica situado na província de Khuzestan, uma zona rica em petróleo.

Citado pela Fars, agência de notícias semi-oficial, o Presidente iraniano assinalou que iria informar a Casa Branca que no dia em que os Estados Unidos da América impuseram sanções à venda de petróleo iraniano, os trabalhadores e engenheiros do país fizeram esta descoberta do novo campo.

A indústria de petróleo do Irão tem estado sob pressão na sequência das sanções impostas pelos Estados Unidos da América motivas pelo fim do acordo nuclear.


Notícias relacionadas

Estados Unidos voltam a aplicar sanções ao Irão esta segunda-feira
Manifestações em Teerão assinalaram o aniversário da invasão da antiga embaixada norte-americana em 1979. Bandeiras dos EUA e de Israel foram queimadas enquanto se gritavam palavras de ordem contra os dois países considerados inimigos. Hoje entram em vigor as sanções dos Estados Unidos.
Queimaram-se bandeiras dos EUA e de Israel em manifestações na cidade de Teerão.