Escolha as suas informações

Português em coma depois de ter sido espancado por 15 pessoas
Mundo 13.10.2019 Do nosso arquivo online

Português em coma depois de ter sido espancado por 15 pessoas

Português em coma depois de ter sido espancado por 15 pessoas

Mundo 13.10.2019 Do nosso arquivo online

Português em coma depois de ter sido espancado por 15 pessoas

Um madeirense residente em Inglaterra, corre risco de vida, depois de ter sido violentamente agredido quando ia às compras com a namorada.

 A agressão aconteceu na passada terça-feira, ao final do dia, num beco perto de uma rua com transeuntes a passar, no centro da cidade, segundo informou a polícia local.

Segundo descreve um amigo do jovem agredido ao Diário de Noticias da Madeira, o jovem terá sido rodeado pelo grupo de 15 pessoas e “gritou desesperadamente para a noiva fugir e pedir ajuda”. A noiva também é portuguesa, segundo este amigo.

O madeirense natural do Curral das Freiras, de 25 anos, foi brutalmente agredido, tendo ferimentos graves na cabeça e estando em coma, no Royal Sussex County, em Brighton, segundo as últimas informações disponíveis, noticiadas pelo jornal local ‘Eastbourne Herald’. 

O pedido da polícia na pagina do facebook quem tenha informações sobre o caso.

Ataque com "imensas pessoas à volta"

 “Este foi um ataque numa altura em que havia imensas pessoas à volta. Queremos ouvir qualquer pessoa que possa ter testemunhado o incidente ou qualquer situação que o possa ter motivado. Temos o número de suspeito que estão a ser ativamente procurados, mas peço que qualquer pessoa que tenha informação no contacte”, declarou o inspetor da polícia Neil Bates, no dia do ataque citado por este jornal.

A polícia está a investigar o caso no âmbito da operação “Netherby”, precisou este responsável policial.

"Muito sangue na cena do crime"

As primeiras notícias do Eastbourne Herald logo a seguir ao ataque, são escassas mas referem-se à violência das agressões.

“Ambulâncias, bombeiros, paramédicos e policiais foram chamados ao beco sem saída perto de Seaside, pouco depois das 18h00”, noticia este jornal.

“Acredita-se que um homem tenha sofrido ferimentos graves pois os transeuntes declaram que há muito sangue na cena do crime”, acrescenta publicando imagens.



Notícias relacionadas