Escolha as suas informações

Parlamento britânico chumba moção de censura ao governo

Parlamento britânico chumba moção de censura ao governo

AFP
Mundo 16.01.2019

Parlamento britânico chumba moção de censura ao governo

A primeira-ministra Theresa May deve apresentar na segunda-feira o plano B para o acordo para sair da União Europeia.

O Parlamento britânico rejeitou quarta-feira uma moção de censura ao Governo conservador da primeira-ministra Theresa May, com 325 votos contra e 306 a favor.

A moção foi apresentada na terça-feira à noite pelo Partido Trabalhista, depois de a Câmara dos Comuns ter chumbado, por 432 votos contra e 202 a favor, o acordo negociado durante 17 meses pelo executivo de May com Bruxelas para a saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit) – a pior derrota infligida a um governante britânico desde a década de 1920 -, quando faltam menos de três meses para a saída do Reino Unido da UE, marcada para 29 de março.

Submetida a votação pelas 19:00 (locais e 20:00 no Luxemburgo), a moção de censura, que o Governo venceu por uma margem de 19 votos, tinha poucas hipóteses de ser aprovada, já que o Partido Conservador de May e o pequeno partido unionista norte-irlandês DUP, seu aliado, apesar de ter abandonado a coligação e votado contra o acordo de Brexit, cerraram fileiras e dispõem, juntos, de maioria absoluta.

Depois de anunciada a votação, a primeira-ministra convidou os partidos e os deputados a empenharem-se nas conversações para garantir um apoio parlamentar a um acordo com a União Europeia e reafirmou a sua firme disposição de executar a saída da União Europeia. Por seu lado, o líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, instou a primeira-ministra a garantir aos britânicos que não haveria uma saída do Reino Unido da UE sem acordo.


Notícias relacionadas