Escolha as suas informações

Breves Mundo 05.12.2018

ONU intensifica luta contra poluição do plástico no mar

A presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, a equatoriana Maria Fernanda Espinosa, afirmou a sua vontade de intensificar a luta global contra a poluição de plásticos.

“Oitenta por cento dos plásticos acabam nos oceanos. Vamos entre as oito e as 12 milhões de toneladas por ano”, disse a presidente, numa conferencia de imprensa em que esteve acompanhada pelo primeiro-ministro de Antiga e Barbuda, Gaston Browne.

Segundo Maria Fernanda Espinosa, até 2050 haverá “mais plástico no mar do que peixes”.

“Os microplásticos são encontrados no sal e na água e, por isso, presume-se que cada pessoa no planeta tenha plástico no seu corpo”, explicou.

A intensificação da luta global visa complementar os esforços já feitos, entre outros, por várias agências das Nações Unidas, frisou.

Em fevereiro, a agência das Nações Unidas para o ambiente iniciou uma campanha global, denominada ‘#OceansPropres’, para impedir o desperdício de plástico.

Lançada na Cimeira Ocean World, realizada em Bali, na Indonésia, a campanha exorta os governos a adotarem políticas de redução de plástico, solicitando às indústrias para minimizarem as embalagens de plástico e a repensarem a conceção dos produtos, antes que os oceanos sejam irreversivelmente danificados.

A ação da presidente da Assembleia Geral visa intensificar, através das Nações Unidas, a consciencialização dos danos causados pelo plástico e limitar o uso nas suas agências.

Lusa

Breves Luxemburgo Hoje às 00:48

Polícia vigia velocidade

A polícia luxemburguesa vai estar hoje em diferentes localidades do Grão-Ducado com o objetivo habitual de controlar excessos de velocidade dos condutores.   

De manhã, os agentes vão marcar presença em Diekirch (N7 Bamertal). À tarde, será a vez da capital (rue de Gasperich), de Pétange (rue de Niederkorn) e de Sandweiler (rue de Remich).  

Breves Economia 12.12.2018

A Farfetch comprou Stadium Goods por 250 milhões de dólares

A Farfetch, empresa fundada pelo português José Neves em 2007, chegou a acordo para comprar a Stadium Goods, uma plataforma online de venda de calçado desportivo por 250 milhões de dólares (ou 220 milhões de euros). A operação deverá estar concluída no primeiro trimestre do próximo ano, anunciou a Farfetch.

Em comunicado, a empresa de José Neves, a primeira fundada por um português a atingir um valor bolsista superior a mil milhões de dólares, adianta que a Stadium Goods vai ser uma subsidiária da empresa, continuando a ser liderada pela sua própria equipa. O pagamento da transação será feito em dinheiro e em ações da própria Farfetch.

"Estamos muito entusiasmados por receber a Stadium Goods na família Farfetch. Tendo já colaborado com a sua equipa excepcional através do marketplace da Farfetch, fica claro que há uma grande oportunidade para as duas empresas alavancarem as forças uma da outra para irem atrás de uma fatia maior de um segmento emocionante e de rápido crescimento da moda de luxo", afirma José Neves, presidente executivo da empresa em comunicado.

A Farfetch, cotada na bolsa de Nova Iorque desde setembro, liga clientes em 190 países a produtos de mil das melhores marcas e lojas do mundo em 48 mercados. Apresentando-se como a plataforma tecnológica líder mundial para a indústria da moda de luxo.

Breves Portugal 12.12.2018

Porcos para a China em risco por causa dos estivadores de Setúbal

“Neste momento estamos com algumas dificuldades logísticas para a colocação de contentores nos portos e, passando essa fase, daremos início à exportação”, o que deverá ocorrer em janeiro, disse à Lusa o diretor da Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores, Nuno Correia.

De acordo com o responsável, “o tráfego de contentores” nos portos nacionais está “a trazer algumas dificuldades” à exportação de porcos, um negócio que vai movimentar cerca de 100 milhões de euros de exportações no primeiro ano e 200 milhões no segundo.

Em causa está a greve dos trabalhadores eventuais do Porto de Setúbal que não comparecem ao trabalho desde dia 05 de novembro.

Paralelamente, está a decorrer uma greve dos estivadores afetos ao Sindicato dos Estivadores e da Atividade Logística ao trabalho extraordinário, cujo final está previsto em janeiro de 2019 ou até patrões e sindicato chegarem a acordo.

Esta greve abrange os portos de Lisboa, Setúbal, Sines, Figueira da Foz, Leixões, Caniçal (Madeira), Ponta Delgada e Praia da Vitória (Açores).

Nuno Correia adiantou que as encomendas estão fechadas e “assim que os certificados sanitários forem emitidos e a situação logística for ultrapassada” as exportações terão início.

“Para o início do ano que vem serão [exportados] cerca de 10.000 porcos por semana”, reiterou.

Segundo o diretor da federação de suinicultores, os grupos ICM, Agpmeat e Montalva “farão a exportação e darão a dimensão necessária para um mercado tão grande como a China”.

O acordo foi celebrado com o ACME Group, estando já a decorrer encontros para alargar o negócio.

Adicionalmente, dentro de seis meses, vai ocorrer uma nova vistoria para tentar homologar mais três matadouros em Alcanede, Montijo e Lisboa.

Lusa

Breves Luxemburgo 11.12.2018

Acidentes causam cinco feridos

Quatro acidentes registados ontem nas estradas do Luxemburgo causaram ferimentos a cinco pessoas, de acordo com as informações do Corps Grand-Ducal Incendie & Secours.

O primeiro caso aconteceu cerca das 17:30, em Bettembourg (rue de Luxembourg), quando um condutor perdeu o controlo do veículo e foi embater num carro estacionado. Quase em simultâneo, no boulevard Konrad Adenauer, em plena capital, um peão foi atropelado e teve de receber assistência médica.

Perto das 19:00, um choque entre dois veículos em Diekirch (rue Sauerwiss) causou ferimentos em duas pessoas. À noite, na N22, entre Bissen e Boevange-sur-Attert, uma viatura embateu numa árvore e daqui resultou outro ferido.

Todas as vítimas receberam assistência dos serviços de socorro.

Breves Luxemburgo 11.12.2018

Saiba onde vai estar hoje a polícia com radares

A polícia luxemburguesa vai estar hoje em diferentes localidades do Grão-Ducado com o objetivo habitual de controlar excessos de velocidade dos condutores.    

De manhã, os agentes vão cumprir as suas missões em Diekirch (Bamerthal), na capital (rue Albert Unden) e em Mamer (rue de Holzem). À tarde, as tarefas de controlo e punição vão decorrer em Angelsberg (rue de Schoos).