Escolha as suas informações

Breves Mundo 05.12.2018

ONU intensifica luta contra poluição do plástico no mar

A presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, a equatoriana Maria Fernanda Espinosa, afirmou a sua vontade de intensificar a luta global contra a poluição de plásticos.

“Oitenta por cento dos plásticos acabam nos oceanos. Vamos entre as oito e as 12 milhões de toneladas por ano”, disse a presidente, numa conferencia de imprensa em que esteve acompanhada pelo primeiro-ministro de Antiga e Barbuda, Gaston Browne.

Segundo Maria Fernanda Espinosa, até 2050 haverá “mais plástico no mar do que peixes”.

“Os microplásticos são encontrados no sal e na água e, por isso, presume-se que cada pessoa no planeta tenha plástico no seu corpo”, explicou.

A intensificação da luta global visa complementar os esforços já feitos, entre outros, por várias agências das Nações Unidas, frisou.

Em fevereiro, a agência das Nações Unidas para o ambiente iniciou uma campanha global, denominada ‘#OceansPropres’, para impedir o desperdício de plástico.

Lançada na Cimeira Ocean World, realizada em Bali, na Indonésia, a campanha exorta os governos a adotarem políticas de redução de plástico, solicitando às indústrias para minimizarem as embalagens de plástico e a repensarem a conceção dos produtos, antes que os oceanos sejam irreversivelmente danificados.

A ação da presidente da Assembleia Geral visa intensificar, através das Nações Unidas, a consciencialização dos danos causados pelo plástico e limitar o uso nas suas agências.

Lusa

Breves Economia 17.10.2019

Gasóleo desce a partir da meia-noite

O gasóleo vai baixar a partir da meia-noite. No entanto, a diferença não será significativa porque a descida não chega a um cêntimo. O litro passa a custar 1,11 euros.

Breves Luxemburgo 17.10.2019

Assaltos caixas de multibanco. Polícia procura Ford Kuga

(MP) - No âmbito das investigações sobre os recentes ataques a caixas de multibanco em Remich e Mersch, a polícia procura agora um Ford Kuga, com matrícula belga (1HCK490) e de cor azul. A viatura foi roubada no país vizinho e as autoridades pedem a ajuda da população para encontrar o veículo em questão.

Esta semana houve dois assaltos a caixas de multibanco com recurso a explosivos.

O último ocorreu pouco depois da uma da madrugada desta quinta-feira, em Mersch. O alvo foi uma caixa de multibanco da empresa de correios POST, cujo balcão permanecia encerrado a meio desta tarde.

No inicio da semana, uma caixa de multibanco do Reiffensen foi atacada, igualmente com recurso a explosivos, em Remich.

A polícia acredita que os dois ataques tenham sido cometidos pelo mesmo grupo de criminosos.

A investigação prossegue a cargo da Polícia Judiciária.

Breves Economia 17.10.2019

Alemanha revê em baixa previsões de crescimento para 2020

O Governo alemão reviu hoje em baixa as suas previsões de crescimento económico para o próximo ano. O Produto Interno Bruto (PIB) deverá avançar 1% e não 1,5%, como inicialmente previsto.

O ministro da Economia, Peter Altmaier, reconheceu o abrandamento económico, mas recusou a ideia de uma recessão na maior economia da União Europeia. Citado pela agência Reuters, Altmaier afirmou que “não há ameaça de uma crise económica”.

Para este ano, o Governo mantém a sua previsão de crescimento nos 0,5%. A prejudicar a performance da economia estão a guerra comercial, o Brexit e a incerteza que resulta destes fatores.

Breves Luxemburgo 16.10.2019

Desigualdade dos rendimentos entre ricos e pobres alcançou nível recorde no Brasil em 2018

A desigualdade do rendimento médio no Brasil alcançou um nível recorde em 2018, com 1% dos mais ricos a ganharem 34 vezes mais por mês do que metade da população mais pobre, revelam dados do Governo brasileiro divulgados hoje.

De acordo com a agência espanhola de notícias EFE, os dados mostram que a concentração do rendimento voltou a crescer em 2018 na maior economia da América do Sul, depois de permanecer praticamente estável duantes os dois anos anteriores, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo esses cálculos, o 1% mais rico da população brasileira obteve um rendimento médio mensal de 27.744 reais (pouco mais de 6.000 euros), enquanto que 50% dos mais desfavorecidos se ficou pelos 820 reais (cerca de 180 euros).

Esta diferença é a maior registada desde o início desta recolha estatística, cuja série histórica começou em 2012.

Estes números, assinala o IBGE, apontam que cerca de 10% da população brasileira (cerca de 21 milhões de pessoas) concentrem 43,1% da massa total de rendimentos do país, enquanto os 10% mais pobres apenas representam 0,8% dos rendimentos totais.

O IBGE diz ainda que o 1% de brasileiros mais ricos viu crescer os seus rendimentos 8,4% em 2018 face a 2017 e que 5% dos mais pobres viram cair o seu rendimento cerca de 3,2% no mesmo período, para os 153 reais (pouco mais de 33 euros) medio por mês.

Breves Luxemburgo 16.10.2019

Rumelange. Homem tenta suicídio após fim de relacionamento

(SM) - O drama aconteceu na noite passada em Rumelange. Um homem foi até à casa da ex-companheira, onde se viu impedido de entrar. Estava instalada a discussão entre dois. Disputa durante a qual o homem ameaçou suicidar-se.

Na verdade, segundo relato da polícia, pouco tempo depois o homem passou das palavras aos atos. Tendo em sua posse uma pistola, o indivíduo disparou contra si próprio. Atingido no peito, foi transferido para o hospital onde foi submetido a uma operação. O seu estado de saúde é crítico. O homem corre perigo de vida.

O Ministério Público, que está a investigar o caso, mandou apreender a arma.