Escolha as suas informações

Novo ataque aéreo dos EUA no dia do funeral do General Soleimani
Mundo 9 04.01.2020 Do nosso arquivo online

Novo ataque aéreo dos EUA no dia do funeral do General Soleimani

Novo ataque aéreo dos EUA no dia do funeral do General Soleimani

AFP
Mundo 9 04.01.2020 Do nosso arquivo online

Novo ataque aéreo dos EUA no dia do funeral do General Soleimani

Em Bagdade, seis apoiantes do Irão morreram neste segundo ataque. Horas depois milhares de pessoas juntaram-se ao cortejo fúnebre.

Pelo menos seis pessoas morreram na madrugada deste sábado, no norte de Bagdade, no Iraque, num novo ataque aéreo dos Estados Unidos da América que tinha como alvo três veículos de membros da Hachad al-Chaabi, a milícia iraquiana apoiada pelo Irão. Outros três viajantes atingidos terão ficado feridos.

De acordo com a estação televisiva estatal iraquiana, citada pela France-Presse, o alvo principal do ataque norte-americano era um comandante da Hachad al-Chaabi, mas a cadeia televisiva não especifica a identidade desse alvo.

Dois dos três veículos das milícias foram encontrados completamente queimados, com os seis cadáveres carbonizados, indicou uma fonte militar iraquiana citada pela AFP.  A caravana das três viaturas foi atingida perto da capital, no distrito de al-Taji, 01h12, horas locais.

Este é o segundo ataque norte-americano em menos de 24 horas, depois de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter ordenado um ataque com um 'drone' (veículo aéreo não tripulado), em Bagdade, capital iraquiana, e que matou Qassem Soleimani, comandante da força de elite dos Guardiães da Revolução iranianos, Al-Qods, juntamente com o "número dois" da coligação de grupos paramilitares pró-iranianos no Iraque Hachd al-Chaab, Abu Mehdi al-Muhandis, e outras seis pessoas.

 Milhares no cortejo fúnebre

Já pela manhã milhares de iraquianos gritaram este sábado "Morte à América", no cortejo fúnebre do principal general iraniano Qassem Soleimani, e de um chefe paramilitar iraquiano.

As cerimónias fúnebres realizaram-se no distrito de Kazimiya, no norte de Bagdade, que abriga um famoso santuário xiita. A seguir ao cortejo será realizado um funeral oficial na zona verde de Bagdade, o bairro mais seguro do Iraque, na presença de muitos líderes iraquianos.  

com Lusa e AFP


Notícias relacionadas

Um ataque suicida em Bagdad causou a morte a seis pessoas, tendo sido reivindicado pelo grupo Estado Islâmico (EI), anunciaram hoje as forças de segurança.
Selon une source officielle, plus d'un millier de Français se sont rendus en Syrie ou en Irak, dont près d'un tiers de femmes. Près de 600 s'y trouvent toujours et "161 au moins" y sont morts.