Escolha as suas informações

Nova Zelândia. Terrorista tinha armas legais
Brenton Tarrant, acusado de homicídio por causa do massacre de Christchurch, já foi presente a tribunal.

Nova Zelândia. Terrorista tinha armas legais

Foto: AFP
Brenton Tarrant, acusado de homicídio por causa do massacre de Christchurch, já foi presente a tribunal.
Mundo 16.03.2019

Nova Zelândia. Terrorista tinha armas legais

Depois da morte de 50 pessoas no atentado de sexta-feira em Christchurch, a primeira-ministra Jacinda Ardern quer mudar as leis.

Em declarações à imprensa, Jacinda Ardern defendeu alterações nas leis do país sobre as armas, apesar de não especificar quais as medidas a tomar.

A primeira-ministra acrescentou que o suspeito, australiano, de 28 anos, viajou pelo mundo e passou períodos esporádicos na Nova Zelândia, referindo que as autoridades estão a investigar se dois outros suspeitos, que foram detidos, estão diretamente envolvidos nos crimes.

O atirador, de nome Brenton Tarrant, foi já presente ao juiz Paul Kellar, do tribunal distrital, que lhe leu uma acusação de homicídio. Entrou no tribunal algemado e acompanhado por dois polícias e esteve perante o juiz cerca de um minuto.

Brenton Tarrant vai regressar ao tribunal no dia 5 de abril.

Já depois de o atirador ter abandonado a sala, o juiz referiu que, apesar de existir uma acusação de homicídio, é "razoável assumir que outras se vão seguir".

O atirador, que abriu fogo nas duas mesquitas, tentou apresentar os seus motivos no manifesto de 74 páginas que divulgou: é um australiano nacionalista branco de 28 anos que odeia imigrantes.

No documento, afirmou que estava zangado por causa dos atentados na Europa que foram perpetrados por muçulmanos e que queria vingar-se, queria causar medo.

Pelo menos 50 pessoas morreram e mais de duas dezenas ficaram feridas nas duas mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia.

Os ataques tiveram início às 13:40 (1:40 no Luxemburgo) nas mesquitas de Al Noor, em Hagley Park, e de Linwood Masjid. Na sequência do sucedido, a polícia deteve quatro suspeitos e desativou explosivos que se encontravam numa viatura.

Christchurch, com 376.700 habitantes, é a maior cidade da Ilha Sul da Nova Zelândia e a terceira maior cidade do país, localizada na costa leste da ilha e a norte da península de Banks. É a capital da região de Canterbury.

Brenton Tarrant reivindicou a responsabilidade pelos disparos e transmitiu em direto na Internet o momento do ataque.

Lusa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Nova Zelândia vai ter nova lei de armas
Anúncio será feito dentro de dez dias, segundo revelou a primeira-ministra Jacinda Ardern, na sequência do massacre de 50 pessoas no ataque de sexta-feira em Christchurch.