Escolha as suas informações

NATO tem a responsabilidade de evitar 'uma guerra aberta' com a Rússia, diz Stoltenberg
Mundo 11.03.2022
Guerra na Ucrânia

NATO tem a responsabilidade de evitar 'uma guerra aberta' com a Rússia, diz Stoltenberg

O secretário-geral da NATO Jens Stoltenberg no Fórum Diplomático em Antália, Turquia, esta sexta-feira,
Guerra na Ucrânia

NATO tem a responsabilidade de evitar 'uma guerra aberta' com a Rússia, diz Stoltenberg

O secretário-geral da NATO Jens Stoltenberg no Fórum Diplomático em Antália, Turquia, esta sexta-feira,
Foto: AFP
Mundo 11.03.2022
Guerra na Ucrânia

NATO tem a responsabilidade de evitar 'uma guerra aberta' com a Rússia, diz Stoltenberg

Lusa
Lusa
A NATO não pretende “uma guerra aberta com a Rússia”, declarou esta sexta-feira o secretário-geral da Aliança, Jens Stoltenberg, à margem de um encontro diplomático que decorre em Antália, no sul da Turquia.

“Temos a responsabilidade de impedir que este conflito [entre a Rússia e a Ucrânia] se intensifique para além das fronteiras da Ucrânia e se torne numa guerra aberta entre a Rússia e a NATO”, disse Jens Stoltenberg em declarações à agência noticiosa AFP, no decurso do Fórum Diplomático organizado pela presidência turca.

Stoltenberg justificou desta forma a recusa da Aliança Atlântica em impor uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia para proteger a população dos bombardeamentos russos.


Zelensky em bunker. "Nós não somos russos, nunca seremos russos, essa ideia vai falhar"
"Ontem, o mundo não fez nada. Agora, pelo menos, muitos países ouvem-nos", disse Zelensky, numa entrevista rápida e sob tensão a uma equipa de reportagem da Sky News na Ucrânia.

Semelhante medida “significaria estar preparado para abater aviões russos”, assinalou, sublinhando que isso, "certamente, conduziria a uma guerra aberta”.

Stoltenberg deverá encontrar-se com o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, um dia após as primeiras conversações diretas, desde o início da guerra, entre os ministros russo e ucraniano dos Negócios Estrangeiros e que decorreu na estação balnear do Mediterrâneo.

O chefe da NATO, a organização militar ocidental que inclui a Turquia, apelou ainda ao Presidente russo, Vladimir Putin, que “ponha termo a esta guerra insensata” e se empenhe numa “solução política”.


Zelensky. A partir de agora, as pessoas "morrerão por causa da fraqueza" da NATO
O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, criticou a NATO por se recusar a impor uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia.

“A primeira medida seria garantir corredores humanitários que permitam às pessoas saírem e procurarem alimentos e medicamentos”, indicou.


Notícias relacionadas

“Por amor de Deus, esse homem não pode permanecer no poder”, disse Biden durante um discurso no castelo real de Varsóvia, num tom particularmente duro dirigido ao Presidente russo.
O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou hoje aos países membros da NATO para que prestem "assistência militar sem restrições" ao seu país, lamentando não ter recebido os meios que pediu, designadamente caças e tanques, para enfrentar o exército russo.
"Vemos morte, destruição e sofrimento na Ucrânia, mas a situação pode piorar se a NATO tomasse medidas que de facto a transformassem esta guerra num conflito total com a Rússia", advertiu o secretário-geral da organização, Jens Stoltenberg.