Escolha as suas informações

Migrações. Pelo menos 57 migrantes mortos em naufrágio ao largo da Líbia
Mundo 27.07.2021
Migrantes

Migrações. Pelo menos 57 migrantes mortos em naufrágio ao largo da Líbia

Migrantes

Migrações. Pelo menos 57 migrantes mortos em naufrágio ao largo da Líbia

Photo: AFP
Mundo 27.07.2021
Migrantes

Migrações. Pelo menos 57 migrantes mortos em naufrágio ao largo da Líbia

Lusa
Lusa
Pelo menos 57 migrantes morreram na segunda-feira quando a embarcação em que seguiam naufragou ao largo da Líbia, anunciou um responsável para as migrações da ONU.

Uma porta-voz da Organização Internacional das Migrações, Safa Msehli, disse que a embarcação zarpou da cidade costeira de Khums no domingo, com pelo menos 75 migrantes a bordo.

Dezoito migrantes africanos foram resgatados e devolvidos à costa de onde partiram na segunda-feira, acrescentou.

O naufrágio foi a mais recente tragédia ocorrida no mar Mediterrâneo envolvendo migrantes em busca de uma vida melhor na Europa.

Nos últimos meses, tem-se registado um aumento das travessias e tentativas de travessia a partir da Líbia.

Segundo a Amnistia Internacional, nos primeiros seis meses deste ano, mais de 7.000 pessoas intercetadas no mar foram reencaminhadas pelas autoridades para campos de detenção na Líbia.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Pelo menos 250 migrantes africanos morreram no Mediterrâneo no naufrágio de dois barcos insufláveis, que foram recuperados ao largo da Líbia, disse hoje a porta-voz da organização não-governamental espanhola Pro-Ativa Open Arms, Laura Lanuza.
Cerca de seis mil migrantes foram resgatados no Mediterrâneo no último fim-de-semana e outros sete mil foram travados na Líbia quando se preparavam para embarcar para a Europa.
Migrants talk with a UNHCR member after disembarking from a merchant ship at the Sicilian harbour of Catania, southern Italy, May 5, 2015. Around forty migrants died in the Mediterranean on Sunday, according to survivors of the journey who arrived on the southern Italian island of Sicily on Tuesday, local Save the Children spokeswoman Giovanna Di Benedetto said. REUTERS/Antonio Parrinello