Escolha as suas informações

Migrantes do Aquarius podem ficar 45 dias em Espanha

Migrantes do Aquarius podem ficar 45 dias em Espanha

Foto: DPA
Mundo 18.06.2018

Migrantes do Aquarius podem ficar 45 dias em Espanha

Convite dirigido pelo primeiro-ministro, Pedro Sánchez, deixa-os a coberto da classificação de migrantes ilegais.

Os 630 migrantes que chegaram ontem a Valência, desembarcando do Aquarius, não são considerados ilegais devido ao convite que lhes foi dirigido pelo primeiro-ministro, Pedro Sánchez, para a entrada em Espanha, devendo receber autorização de residência durante 45 dias. 

Segundo a imprensa espanhola, trata-se de uma questão prevista na lei para casos excecionais, nesta situação devido a razões humanitárias. O único risco que correm de expulsão diz respeito a algum que já tenha procurado entrar, de forma irregular, em solo espanhol.

A chegada a Valência, depois de Matteo Salvini, ministro italiano do Interior, ter rejeitado acolhê-los, dirigindo a Malta a indicação de que os recebesse, processou-se entre gritos de alegria na embarcação e agradecimentos às ONG.

"Foi uma forma de despertar a atenção dos outros países da União Europeia no sentido de que deixem de olhar para o lado e se procurem soluções em conjunto", defendeu um porta-voz governamental.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas