Escolha as suas informações

Médico abusa sexualmente da neta de cinco meses

Médico abusa sexualmente da neta de cinco meses

Mundo 08.01.2019

Médico abusa sexualmente da neta de cinco meses

O homem de 61 anos foi hoje condenado na Bélgica a oito anos de prisão.

Na Bélgica, uma bebé de cinco meses foi abusada sexualmente pelo avô, de 61 anos, quando os pais a deixaram em sua casa para passar a noite. A criança ficou com um rasgão no órgão sexual, e, embora o avô - e agressor - seja médico, este não lhe prestou qualquer cuidado médico. No dia seguinte, quando os pais a foram buscar, o homem justificou a ferida da bebé como um problema digestivo, mas eles não ficaram convencidos.

A investigação rapidamente mostrou que a menina tinha sido abusada sexualmente pelo avô, que mais tarde se veio a descobrir que pesquisava na Internet por imagens de bebés e crianças vítimas de abuso sexual. O avô acabou por confessar ter inserido os dedos na vagina da bebé repetidamente, mas na investigação foi também descoberto o seu ADN misturado com o da neta em tecidos cobertos de sangue no lixo, debaixo das unhas do homem e no seu órgão genital.

O abuso ocorreu em fevereiro de 2017, mas o homem foi hoje condenado pelo tribunal de recurso de Liège a oito anos de prisão.