Escolha as suas informações

McDonald's retira-se inteiramente da Rússia
Mundo 16.05.2022
Guerra na Ucrânia

McDonald's retira-se inteiramente da Rússia

A McDonald's já tinha anunciado o encerramento das suas lojas na Rússia no início de março.
Guerra na Ucrânia

McDonald's retira-se inteiramente da Rússia

A McDonald's já tinha anunciado o encerramento das suas lojas na Rússia no início de março.
Foto: AFP
Mundo 16.05.2022
Guerra na Ucrânia

McDonald's retira-se inteiramente da Rússia

AFP
AFP
A cadeia gigante norte-americana de fast-food McDonald's, que fechou as suas lojas na Rússia no início de março, anunciou esta segunda-feira que irá retirar-se inteiramente do país e vender todas as suas operações em resposta à invasão russa da Ucrânia.

"Estamos empenhados na nossa comunidade global e devemos permanecer firmes nos nossos valores", disse o diretor-executivo do grupo McDonald's, Chris Kempczinski, numa declaração da empresa. "Respeitar os nossos valores significa que já não podemos manter os Arcos (logótipo do McDonald's) na Rússia", acrescentou.

O McDonald's está presente na Rússia há mais de 30 anos e conta com 850 restaurantes e 62 mil empregados.


A McDonald's emprega 62 mil pessoas no país.
McDonald’s, Starbucks e Coca-Cola suspendem operações na Rússia
As três empresas comprometeram-se a continuar a pagar aos seus trabalhadores.

A empresa anunciou o encerramento temporário de todos os seus restaurantes e a suspensão das suas operações no país a 8 de março, seguindo os passos de outras multinacionais que se tinham distanciado de Moscovo.

"A crise humanitária causada pela guerra na Ucrânia e o ambiente económico imprevisível daí resultante levaram o McDonald's a concluir que continuar a operar na Rússia já não era sustentável ou coerente com os nossos valores", disse a gigante norte-americana.

O grupo estima que incorrerá numa taxa não monetária (sem saída de dinheiro) entre 1,2 e 1,4 mil milhões de dólares (entre 1,15 e 1,34 mil milhões de euros) como resultado da sua retirada do país. 


Posto fronteiriço de Varnita
Inflação na Rússia atinge 17,8% em abril, um máximo desde 2002
No conjunto do ano, a inflação poderá atingir 23%, antes de abrandar no próximo ano e de regressar ao objetivo de 4% em 2024, segundo o banco central russo.

A Rússia, onde o McDonald's opera diretamente mais de 80% dos restaurantes com o seu nome, representa 9% das vendas totais da empresa e 3% do seu lucro operacional. 

O grupo procura agora vender todas as suas operações neste país a um empresário local.

Até à conclusão de um acordo, a McDonald's diz que está empenhada em continuar a pagar aos seus funcionários e quer garantir que estes continuem a ser empregados pelo potencial comprador.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas