Escolha as suas informações

Marine Le Pen vence nos quatro departamentos da Lorena
Mundo 3 min. 11.04.2022
Presidenciais em França

Marine Le Pen vence nos quatro departamentos da Lorena

Marine Le Pen.
Presidenciais em França

Marine Le Pen vence nos quatro departamentos da Lorena

Marine Le Pen.
Foto: AFP
Mundo 3 min. 11.04.2022
Presidenciais em França

Marine Le Pen vence nos quatro departamentos da Lorena

Mélodie MOUZON
Mélodie MOUZON
Apesar da liderança da candidata de extrema-direita na região do Grand Est, Macron é o candidato mais popular nos municípios limítrofes do Luxemburgo e ao longo da A31.

Emmanuel Macron e Jean-Luc Mélenchon conquistaram os eleitores franceses que vivem no Luxemburgo. O presidente francês que se recandidata obteve 49% dos votos, bem à frente do candidato de La France Insoumise (LFI), com 12,72% dos votos. Isto marca uma mudança para a esquerda, enquanto em 2017, os eleitores franceses no Grão-Ducado votaram em François Fillon (Les Républicains) logo a seguir a Emmanuel Macron. Por outro lado, nestas eleições Valérie Pécresse (RPR) também não pareceu convencer os eleitores franceses no Luxemburgo.

Do outro lado da fronteira, na Lorena, Marine Le Pen confirmou o seu ancoradouro no Grand Est, ao vencer em oito dos dez departamentos da região, com exceção da Alsácia, onde o Presidente da República atual, Emmanuel Macron, está à sua frente. 


Macron vence primeira volta com diferença de quatro pontos percentuais sobre Le Pen
O atual presidente obteve 27,6% dos votos contra 23,4% da candidata da União Nacional, de acordo com números do Ministério do Interior depois de apurados 97% dos votos. Jean-Luc Mélenchon, da esquerda radical, ficou em terceiro com 22%.

Na liderança nos quatro departamentos da Lorena há cinco anos, sendo que a candidata de extrema-direita consolidou o seu favoritismo. Mais uma vez foi em Le Pen que os eleitores votaram. Na Moselle, a candidata ganhou a primeira volta com 30,37% dos votos. Em Meurthe-et-Moselle ganhou com 27,49%, e obteve 35,11% no departamento de Meuse. Em Vosges, a candidata da União Nacional recebeu 32,22% dos votos.

Macron, o preferido nas grandes cidades

Os resultados mostram que Marine Le Pen é a candidata das pequenas cidades, enquanto Emmanuel Macron lidera nas grandes cidades. Uma das outras lições a tirar desta primeira ronda é que os partidos tradicionais, tais como Les Républicains (LR) e o Partido Socialista entraram em colapso total. 


Franceses no Luxemburgo dão vitória esmagadora a Macron na primeira volta
Ao contrário de França, no Grão-Ducado foi Jean-Luc Mélenchon quem ficou em segundo lugar. Le Pen ficou em quinto, a seguir a Eric Zemmour e Yannick Jadot.

Evocando "um terramoto" para a sua "família política", que praticamente dividiu por cinco o resultado de François Fillon em 2017, o presidente da região Grand Est, Jean Rottner (LR), anunciou no Twitter em quem irá votar: "Sem ambiguidade, apenas uma escolha, votarei Emmanuel Macron na segunda volta". 

Os resultados em várias comunas 

Se olharmos para os resultados um pouco mais de perto, as cidades fronteiriças do oeste (Longwy, Mont-Saint-Martin, Villerupt...), tradicionalmente comunistas, deram a maioria dos votos a Jean-Luc Mélenchon. Mas Marine Le Pen nem sempre está longe. 

  • Mont-Saint-Martin: Mélenchon 40,75%, Le Pen 21,79%, Macron 20,62%
  • Longlaville: Mélenchon 33,17%, Le Pen 22,17%, Macron 22,64%
  • Longwy: Mélenchon 29,04%, Macron 26,57%, Le Pen 22,33%
  • Saulnes: Mélenchon 32,89%, Le Pen 26,77%, Macron 19,89%
  • Villerupt: Mélenchon 28,84%, Le Pen 24,8%, Macron 23,93%
  • Audun-le-Tiche: Mélenchon 27,73%, Macron 25,32%, Le Pen 22,99%  

Um pouco mais a leste, no norte da Moselle, Emmanuel Macron foi o vencedor desta primeira volta, tal como em 2017. Le Pen ficou posicionada logo atrás, mas a uma certa distância. 

  • Volmerange-les-Mines: Macron 36,14%, Le Pen 22%, Mélenchon 17,32%
  • Kanfen: Macron 42,78%, Le Pen 19,07%, Mélenchon 10,38%
  • Zoufftgen: Macron 43,98%, Le Pen 21,03%, Mélenchon 11,09%
  • Roussy-le-Village: Macron 39,56%, Le Pen 21,01%, Mélenchon 11,87%. 

Em Mondorff, o trio principal foi um pouco diferente. Se Emmanuel Macron assegurou um confortável primeiro lugar, Mélenchon instalou-se no segundo lugar do pódio e Zemmour fez uma incursão ao terceiro posto, com uma pontuação de 13,7%, quase o dobro da pontuação nacional.

Mais a sul, ao longo da autoestrada A31, Emmanuel Macron também saiu vencedor, particularmente nas cidades maiores, como Metz, onde ganhou. 

  • Thionville: Macron 33,17%, Mélenchon 20,63%, Le Pen 20,46%
  • Bertrange: Macron 30,59%, Le Pen 26,62%, Mélenchon 17,34%
  • Metz: Macron 30,40%, Mélenchon 27,19%, Le Pen 17,48%
  • Montigny-lès-Metz: Macron 29,9%, Le Pen 22,62%, Mélenchon 20,15%  

Mais a leste, na Moselle, Macron também ficou à frente de Marine Le Pen.

(Artigo publicado originalmente na edição francesa do Luxemburger Wort. Tradução para português e edição por Ana Tomás.)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Os franceses votam este domingo na segunda volta das presidenciais com o centrista Emmanuel Macron como favorito para derrotar a líder da extrema-direita, Marine Le Pen, e, aos 39 anos, tornar-se o mais jovem presidente francês.
(notícia atualizada) O centrista Emmanuel Macron lidera a primeira volta das presidenciais francesas com quase mais 2,5 pontos percentuais do que a candidata da extrema-direita, Marine Le Pen, quando estão apurados 97% dos sufrágios.