Escolha as suas informações

Mais de 350 elefantes encontrados mortos no Botswana
Mundo 02.07.2020

Mais de 350 elefantes encontrados mortos no Botswana

Mais de 350 elefantes encontrados mortos no Botswana

Mundo 02.07.2020

Mais de 350 elefantes encontrados mortos no Botswana

A primeira descoberta, de 169 destes animais mortos, foi feita no delta do Okavango, no início de maio e ainda são desconhecidas as causas que estão a levar a este desastre.

Mais de 350 elefantes foram encontrados mortos nos últimos dois meses, todos de causas desconhecidas, no norte do Botswana, onde vive um terço da população de elefantes de África.

O primeiro achado, de 169 elefantes mortos, foi no Delta do Okavango no início de maio, disse Niall McCann, diretor da organização britânica National Park Rescue à BBC. "Eles viram 169 [elefantes mortos] num voo de três horas", afirmou. "Um mês mais tarde, as investigações revelaram muitos mais cadáveres, elevando o número total para mais de 350", acrescentou, descrevendo a situação como um "desastre de conservação".

McCann excluiu o antrax ou a caça furtiva como a causa de morte e disse que os elefantes provavelmente morreram de envenenamento ou doença. "A forma como estes animais parecem estar a morrer - muitos caem de bruços - e os avistamentos de outros elefantes que andam em círculos, aponta para algo que ataca os seus sistemas neurológicos", explicou.

As autoridades confirmaram 280 destas mortes. "Estamos cientes do número de elefantes que estão a morrer. Dos 350 animais, confirmámos 280", disse Cyril Taolo, diretor do Departamento de Vida Selvagem e Parques Nacionais do Botswana, ao The Guardian, acrescentando que estão "em processo de confirmação dos restantes”.

As autoridades enviaram amostras dos elefantes para um laboratório para descobrir o que está a causar as mortes maciças e esperam resultados dentro das próximas duas semanas, disse Taolo.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.