Escolha as suas informações

Macron: "Vamos reconstruir Notre-Dame, porque é a nossa História"
Mundo 15.04.2019

Macron: "Vamos reconstruir Notre-Dame, porque é a nossa História"

Macron: "Vamos reconstruir Notre-Dame, porque é a nossa História"

Foto: AFP
Mundo 15.04.2019

Macron: "Vamos reconstruir Notre-Dame, porque é a nossa História"

Investigação vai ser realizada, mas os bombeiros admitem que se trata de um acidente ligado às obras de conservação do edifício.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, deixou a promessa de que a catedral de Notre-Dame irá ser reconstruída e que todos os recursos possíveis, a nível nacional e internacional, vão ser utilizados, numa altura em que cerca de quatro centenas de soldados da paz ainda lutam contra as chamas. 

"O pior foi evitado, mesmo que o combate ainda não esteja terminado. Graças à coragem dos bombeiros, foram salvas as torres e a fachada. Neste momento quero deixar uma palavra de esperança. Essa esperança é a força que devemos ter, a de todos que têm combatido este fogo. Esta catedral com mais de 900 anos vamos reconstruí-la todos juntos. Sem dúvida é uma parte de França e assumo o compromisso esta noite: vamos lançar uma operação a nível nacional e internacional para que todos os recursos financeiros e talento sejam usados na reconstrução de Notre-Dame. Porque isso é o que os franceses esperam e merecem, Notre-Dame é a nossa História, o nosso imaginário, a nossa literatura, o nosso destino", afirmou o chefe de Estado gaulês. Devido ao incêndio que atingiu a catedral, Macron adiou o discurso que iria fazer ao país sobre impostos.

Uma investigação ao incêndio vai ser realizada, mas, para já, os bombeiros acreditam que se tratou de um acidente ligado às obras de conservação do edifício. 

Entretanto, milhares de pessoas reuniram-se nas ruas da capital francesa, entoando cânticos religiosos e rezando pela salvação da estrutura.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

A cruz que ficou no incêndio de Notre-Dame
No centro da Catedral, altar e cruz mantiveram-se intactos, não cedendo às chamas que destruíram o monumento. Há quem acredite que foi um “milagre”, transformando estes símbolos, num motivo de “esperança” na reconstrução da “Dama de Paris”. Dois milionários já doaram 300 milhões.
Notre-Dame. Não terá sido fogo posto
A justiça francesa abriu um processo por “destruição involuntária”, excluindo à partida fogo posto e começou a interrogar os operários envolvidos nas obras de restauro da catedral. O fogo terá começado no estaleiro das obras antes das 19.00. E pouco mais se sabe.