Escolha as suas informações

Macron defende que só a cooperação internacional pode derrotar a pandemia
Mundo 15.02.2021 Do nosso arquivo online

Macron defende que só a cooperação internacional pode derrotar a pandemia

Macron defende que só a cooperação internacional pode derrotar a pandemia

Foto: AFP
Mundo 15.02.2021 Do nosso arquivo online

Macron defende que só a cooperação internacional pode derrotar a pandemia

O Presidente francês quer que os países colaborem com a China e com a Rússia num esforço multilateral contra a covid-19.

Perante os atrasos na entrega de vacinas e a incapacidade das farmacêuticas ocidentais de dar resposta à pandemia, o Presidente francês Emmanuel Macron afirmou no domingo que a "guerra global" contra a covid-19 só poderá ser ganha através de uma maior cooperação internacional.

"Estamos agora empenhados numa luta contra as variantes [do coronavírus], que é uma verdadeira corrida contra o tempo. Sem uma ação coletiva internacional rápida, eficaz e unida, arriscamo-nos a que o vírus nos escape", alertou Macron ao Le Journal du Dimanche.

"Temos de trabalhar com os chineses e os russos para que as vacinas desenvolvidas pelos seus cientistas se enquadrem neste grande esforço multilateral contra a pandemia, logo que tenham obtido as certificações necessárias por parte da OMS", acrescentou.

Referia-se ao programa acelerador de acesso às ferramentas contra a covid-19 (ACT) da Organização Mundial de Saúde, lançado em abril passado para assegurar o acesso aos instrumentos necessários para combater a doença a nível mundial e de forma equitativa.

Uma parte essencial do programa é o COVAX, um mecanismo de partilha de vacinas validadas pela OMS com as nações mais pobres. Os participantes da ACT, incluindo o Presidente francês, realizaram uma reunião online na sexta-feira para discutir os progressos.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas