Escolha as suas informações

Luxemburgo mantém missão humanitária no Afeganistão
Mundo 19.08.2021 Do nosso arquivo online
Solidariedade

Luxemburgo mantém missão humanitária no Afeganistão

Solidariedade

Luxemburgo mantém missão humanitária no Afeganistão

Foto: AFP
Mundo 19.08.2021 Do nosso arquivo online
Solidariedade

Luxemburgo mantém missão humanitária no Afeganistão

Manuela PEREIRA
Manuela PEREIRA
Para o Executivo, está fora de questão abandonar as populações mais frágeis do país, como as mulheres e crianças. Talibãs tomaram o poder no país a 15 de agosto.

"A Cooperação luxemburguesa mantém o seu compromisso de longa data e fica ao lado da população afegã, em particular das mulheres e raparigas [afegãs]". É desta forma que o Ministério dos Negócios Estrangeiros e a Direção da Cooperação ao Desenvolvimento e da Ação Humanitária revelam, em comunicado conjunto, que está fora de questão abandonar as populações mais frágeis do Afeganistão, depois da retomada de poder dos tabilãs.

Após a retirada das tropas americanas e a subsequente tomada de poder pelos talibãs, o Grão-Ducado e os parceiros humanitários estão agora a reavaliar as intervenções em curso no terreno, para determinar se "são exequíveis e viáveis a curto e a médio prazos".

Certo é que o Luxemburgo tenciona manter o apoio ao Afeganistão "excluindo todas as ligações diretas ou indiretas com os talibãs" para que a ajuda chegue às populações mais carenciadas, reitera ainda o governo. 

Ao longo deste ano, o Executivo luxemburguês financiou vários projetos humanitários neste país do Médio Oriente na ordem dos 2,25 milhões de euros. E entre 2001 e 2020, a Cooperação luxemburguesa disponibilizou um total de 48 milhões de euros para a ação humanitária neste território através das agências da Organização das Nações Unidas (ONU) e organizações não-governamentais (ONG) internacionais.


IPO.Visite A400M Melsbroek,Airbase,.Foto: Gerry Huberty/Luxemburger Wort
Avião A400M já está no Médio Oriente para repatriar residentes do Luxemburgo
Além do A400M, o destacamento da missão belgo-luxemburguesa é composto por mais três aviões militares e uma centena de pessoas.

O Luxemburgo tem atualmente em curso uma missão de repatriamento de seis residentes luxemburgueses deste país do Médio Oriente. O avião militar luxemburguês A400M partiu durante a tarde de quarta-feira da Bélgica rumo a Islamabad, capital paquistanesa, numa operação conjunta com a Bélgica.

No avião seguirão também outros cidadãos europeus e colaboradores afegãos, desde Islamabad até à Europa.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Com o reforço da intervenção luxemburguesa, o Executivo espera “maximizar as oportunidades de sucesso da evacuação dos cidadãos e residentes luxemburgueses no Afeganistão”.
Imagem do aeroporto de Cabul