Escolha as suas informações

Lula da Silva venceu as eleições e o Brasil saiu à rua para festejar
Mundo 13 31.10.2022
Brasil

Lula da Silva venceu as eleições e o Brasil saiu à rua para festejar

Lula já é o Presidente do Brasil. Há abraços, lágrimas de alegria e "amanhã vai ser outro dia".
Brasil

Lula da Silva venceu as eleições e o Brasil saiu à rua para festejar

Lula já é o Presidente do Brasil. Há abraços, lágrimas de alegria e "amanhã vai ser outro dia".
Foto: AFP
Mundo 13 31.10.2022
Brasil

Lula da Silva venceu as eleições e o Brasil saiu à rua para festejar

Ricardo J. RODRIGUES
Ricardo J. RODRIGUES
Agora é oficial: Lula da Silva está de regresso ao Palácio do Planalto. Por todo o país, as ruas encheram-se de festa (veja as imagens). Mas a diferença de votos para Bolsonaro foi curta - nunca o Brasil esteve tão dividido.

Luiz Inácio Lula da Silva não chegou aos 51%, mas as autoridades brasileiras já confirmaram: foi ele quem ganhou a segunda volta das eleições presidenciais brasileiras. O líder do Partido Trabalhista ganha assim um inédito terceiro mandato para o Palácio do Planalto. 

Jair Bolsonaro também bate um recorde: é o primeiro chefe de estado do país a não conseguir renovar um mandato presidencial nas urnas.

Minutos antes da confirmação pelo Tribunal Superior Eleitoral, a Datafolha projetou a vitória de Lula e o povo saiu imediatamente à rua para celebrar aquilo que os comentadores chamaram de virada histórica.

As ruas do centro do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense acolheram um Carnaval improvisado, mas em outubro. Na Avenida Paulista, em São Paulo, e no Barro Preto, bairro de Belo Horizonte, em Minas Gerais, o cenário é o mesmo. Música, aplausos e alegria, pelo menos para metade do país.

Com uma diferença de votos mínima, parece clara a polarização da sociedade brasileira. O mundo aguarda agora a reação e a aceitação dos resultados pelo lado que perdeu. Lula começou por reagir com um tweet, dizendo apenas: "Democracia". Depois discursou.

Começou por apelar à unidade nacional. "Estou aqui para governar o país numa situação muito difícil", admitiu o presidente agora eleito, dizendo que este era o momento de restabelecer a paz entre as "famílias divididas".  "É hora de baixar as armas que jamais deviam ter sido empunhadas. As armas matam e nós escolhemos a vida", disse Lula.

A vitória do homem forte do PT, que admitiu ter um "processo de ressureição na política brasileira" já foi entretanto saudada por vários líderes mundiais. Joe Biden, dos Estados Unidos, Emmanuel Macron, de França, Marcelo Rebelo de Sousa, de Portugal, Gustavo Petro, da Colômbia, e Alberto Fernández, da Argentina, apressaram-se a enviar votos de felicitações a Lula.

Jair Bolsonaro continua remetido ao silêncio.

*com Paula Freitas Ferreira

Atualizado às 01:38 com as citações do discurso do novo presidente e as saudações dos outros chefes de estado mundiais.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas