Escolha as suas informações

Líderes mundiais lamentam a catástrofe
Mundo 15.04.2019

Líderes mundiais lamentam a catástrofe

Líderes mundiais lamentam a catástrofe

Foto: AFP
Mundo 15.04.2019

Líderes mundiais lamentam a catástrofe

De Juncker a Donald Trump, as reações ao incêndio na catedral não se fizeram esperar.

Enquanto os bombeiros prosseguem o combate às chamas que atingiram a catedral de Notre-Dame e não é ainda conhecida a causa do fogo, suspeitando-se que esteja relacionado com os trabalhos de manutenção, os líderes mundiais têm manifestado pesar por causa do fogo. O Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, foi um dos primeiros que se pronunciaram e considerou que se tratava de um "horror", partilhando a dor dos franceses. 

 Também o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou a rede social Twitter para lamentar o sucedido. 

A chanceler alemã, Angela Merkel, manifestou a sua "solidariedade com os amigos franceses", manifestando disponibilidade para ajudar nesta "hora tão difícil". E Theresa May, primeira-ministra britânica, expressou a solidariedade com a França e com as equipas de emergência que combatem o pavoroso incêndio.

Do Vaticano chegou pesar e tristeza profunda devido à destruição causada pelo fogo na catedral.

Xavier Bettel, primeiro-ministro do Luxemburgo, também manifestou a sua tristeza face ao incêndio de enormes proporções que devastou a catedral de Notre-Dame.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Em janeiro: Angela Merkel no Luxemburgo
A chanceler alemã vai estar no Luxemburgo, em visita oficial, no dia 12 de janeiro. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro, Xavier Bettel, na sua página do Facebook, esta segunda-feira.
Marcha silenciosa: Xavier Bettel vai a Paris
Xavier Bettel vai estar presente na marcha silenciosa convocada para amanhã, domingo, em Paris, em honra das vítimas dos ataques dos últimos três dias. O primeiro-ministro do Luxemburgo quer "demonstrar a sua solidariedade para com o povo francês neste momento de tristeza e de indignação".
.