Escolha as suas informações

Kiev alerta que conflito vai durar pelo menos até ao final do ano
Mundo 27.05.2022 Do nosso arquivo online
Guerra na Ucrânia

Kiev alerta que conflito vai durar pelo menos até ao final do ano

Combatentes da unidade de defesa territorial, uma força de apoio ao exército ucraniano, participam de um treino fora de Kiev.
Guerra na Ucrânia

Kiev alerta que conflito vai durar pelo menos até ao final do ano

Combatentes da unidade de defesa territorial, uma força de apoio ao exército ucraniano, participam de um treino fora de Kiev.
AFP
Mundo 27.05.2022 Do nosso arquivo online
Guerra na Ucrânia

Kiev alerta que conflito vai durar pelo menos até ao final do ano

Lusa
Lusa
Os serviços de informações ucranianos admitiram esta sexta-feira que a guerra poderá prolongar-se até pelo menos ao final de 2022, uma vez que, segundo argumentam, o Presidente russo não está disposto a desistir dos seus planos de conquista.

"[Vladimir] Putin não vai desistir dos seus planos, esta guerra vai arrastar-se", disse Vadym Skibitsky, funcionário dos serviços secretos militares ucranianos em declarações à comunicação social, citadas pelas agências internacionais.

Vadym Skibitsky argumentou que Putin não está a ouvir ninguém que tente convencê-lo a acabar com o conflito.


Zelensky acusa Rússia de "genocídio" no Donbass
Os últimos acontecimentos relacionados com a guerra na Ucrânia.

"Não confia em ninguém, não ouve ninguém. Tem os seus próprios planos para a restauração do império russo", assegurou o operacional ucraniano. "O seu plano é governar a Rússia até à sua morte, exclui um cenário que prevê um sucessor", acrescentou.

Os planos imediatos de Moscovo, segundo Vadym Skibitsky, passam por cercar as forças ucranianas e alcançar as fronteiras dos territórios ocupados.

Analistas ocidentais têm vindo a alertar que a Rússia estará a preparar-se para uma guerra prolongada, indicando que Moscovo estará a apostar numa chamada “guerra de desgaste".

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.