Escolha as suas informações

Identificado terceiro suicida do ataque ao Bataclan
Mundo 09.12.2015 Do nosso arquivo online
Paris/Atentados

Identificado terceiro suicida do ataque ao Bataclan

Paris/Atentados

Identificado terceiro suicida do ataque ao Bataclan

Foto: Reuters
Mundo 09.12.2015 Do nosso arquivo online
Paris/Atentados

Identificado terceiro suicida do ataque ao Bataclan

Um homem de 23 anos da cidade francesa de Estrasburgo foi identificado como sendo um dos terroristas que se fez explodir no ataque à sala de espectáculos Bataclan a 13 de Novembro, revelaram fontes policiais citadas hoje pela AFP.

Um homem de 23 anos da cidade francesa de Estrasburgo foi identificado como sendo um dos terroristas que se fez explodir no ataque à sala de espectáculos Bataclan a 13 de Novembro, revelaram fontes policiais citadas hoje pela AFP.

Foued Mohamed Aggad tinha viajado para a Síria com o irmão e um grupo de amigos no final de 2013, de acordo com as mesmas fontes próximas da investigação citadas pela agência de notícias francesa.

A maioria dos elementos desse grupo foi detida na primavera de 2014 quando regressou a França, mas Aggad permaneceu na Síria, disse a mesma fonte.

Foued Mohamed Aggad foi identificado na semana passada através de testes de ADN feitos a elementos da sua família, refere a AFP.

Foued Mohamed Aggad
Foued Mohamed Aggad
Foto: AFP

Os outros dois suicidas que atacaram o Bataclan já haviam sido identificados pelas autoridades francesas.

Um deles era Sami Aminour, nascido a 15 de Outubro de 1987 em Paris, contra quem a justiça francesa havia emitido um mandado de detenção internacional depois de ter desrespeitado as regras de controlo a que estava sujeito por ter viajado para a Síria em Setembro de 2013.

O outro atacante do Bataclan era Ismail Omar Mostefai, também francês, nascido há 29 anos em Courcouronnes, no sudeste de Paris, condenado por oito delitos menores entre 2004 e 2010. Estava identificado pelos serviços secretos franceses como possível radical islâmico desde há um ano.

No ataque à sala de espectáculos Bataclan, em Paris, a 13 de Novembro, durante um concerto, morreram 90 pessoas.

Na mesma noite, diversos ataques simultâneos em Paris fizeram um total de 130 mortos.

Os atentados foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico.


Notícias relacionadas

Ao quinto dia após os piores atentados em França, a polícia ainda não sabe explicar por que razão Salah Abdeslam não se explodiu. Medo de morrer? A família, originária de Marrocos, diz que não sabe. O irmão, Brahim Abdeslam, fez-se explodir no Boulevard Voltaire. Um outro irmão, Mohamed, garante que desconhece a localização do irmão Salah.
Abdeslam Salah, 26 anos, nasceu na Bélgica, mas tem nacionalidade francesa. Vivia em Molenbeek, em Bruxelas. Terá coordenado a parte logística dos atentados
Hayat Boumeddiene, companheira do sequestrador morto na sexta-feira pela polícia em Paris e procurada pelas autoridades francesas, entrou a 02 de janeiro na Turquia, mas estará agora, provavelmente, na Síria, disse hoje fonte da segurança turca.
.