Escolha as suas informações

Iberia quer atrair mais mulheres piloto para os seus aviões
Mundo 12.10.2019

Iberia quer atrair mais mulheres piloto para os seus aviões

A piloto holandesa Lindy Kats, de 26 anos, formou-se na escola European Flyers, em Madrid.

Iberia quer atrair mais mulheres piloto para os seus aviões

A piloto holandesa Lindy Kats, de 26 anos, formou-se na escola European Flyers, em Madrid.
Mundo 12.10.2019

Iberia quer atrair mais mulheres piloto para os seus aviões

'Quieres ser' é projeto lançado por esta companhia espanhola para conquistar mais talento feminino para a aviação.

A companhia aérea Iberia lançou um programa com o objetivo de atrair talento feminino e promover as jovens profissionais a lugares como piloto e engenheira de segurança de voo, noticiou hoje a agência EFE.

Na sua primeira edição, o projeto 'Quiero Ser', enquadrado num Plano de Diversidade e Inclusão, reuniu 35 jovens, durante dois dias, que visitaram as instalações de manutenção da sede da companhia aérea, os hangares e a oficina de motores, para além dos simuladores do voo.

A visita acabou na sede do grupo IAG, formado pela British Airways, Iberia, Vueling, Aera Lingus e a Level, onde as jovens se reuniram com mulheres da 'Patrulla Águila', uma equipa de demonstração acrobática da Força Aérea Espanhola.

O diretor corporativo da Iberia, Juan Cierco, enfatizou a necessidade de “romper o teto de cristal que existe no setor aeronáutico”.

Juan Cierco explicou que as jovens vão conhecer, pessoalmente, o trabalho feito por outras mulheres na Iberia e estar em contacto com mulheres que são referências na companhia e na profissão, “mulheres pilotos, comandantes da Iberia, com engenheiras ou técnicas de manutenção”.

“Vão conhecer, em primeira mão, as suas experiências profissionais e pessoais, porque muitas vezes não é fácil conciliar o mundo profissional com o pessoal”, acrescentou.

O projeto, que conta com a colaboração da CAE, uma empresa de formação de pilotos, e da Technovation Girls, juntamente com os seus embaixadores na España Power, pretende criar uma plataforma que fomente os estudos tecnológicos entre as jovens do último ano do ensino básico e o primeiro e segundo ano do secundário.

Lusa