Escolha as suas informações

Homenagem às vítimas do ataque às mesquitas na Nova Zelândia

Homenagem às vítimas do ataque às mesquitas na Nova Zelândia

Foto: AFP
Mundo 12 17.03.2019

Homenagem às vítimas do ataque às mesquitas na Nova Zelândia

Lágrimas e ações de solidariedade estendem-se da comunidade de Christchurch à Austrália.

A população de Christchurch, na Nova Zelândia, está em choque com o ataque a duas mesquitas que causou 50 vítimas mortais na sexta-feira. Por entre a visível emoção, centenas de pessoas têm depositado flores perto dos locais onde o australiano Brenton Tarrant disparou de forma indiscriminada contra quem estava em oração. Outras trazem mensagens escritas e há também quem ainda procure familiares que continuam desaparecidos.

Mas as homenagens não se limitam à comunidade local nem aos cidadãos neozelandeses. A Ópera de Sydney, na Austrália, também deixou a sua homenagem às vítimas, iluminando-se com o símbolo da Nova Zelândia.

Entretanto, a primeira-ministra Jacinda Ardern revelou que o manifesto escrito pelo atacante chegou ao seu gabinete e a diversos parlamentares "poucos minutos antes" do tiroteio. "Fui uma das 30 destinatárias do manifesto que nos chegou por e-mail nove minutos antes do ataque. Não continha qualquer indicação sobre o local onde tudo iria acontecer", explicou, citada pelo diário The Guardian. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas